Foto: reprodução

DIRETOR MATHEW VAUGHN FAZ REVELAÇÕES SOBRE A SAGA KING’S MAN EM ENTREVISTA

Em entrevista à revista Empire, o diretor de King’s Man: A Origem conta um pouco mais sobre o novo filme da saga de espionagem

Por Narion Coelho

Dando continuidade à saga de espionagem Kingsman: O Serviço Secreto (2014) e Kingsman: O Círculo Dourado (2017), o diretor Matthew Vaughn dirige a terceira parte da série (a primeira sob assinatura Disney) explorando as origens da agência no contexto da Primeira Guerra Mundial, sendo ambientada cerca de um século antes dos filmes anteriores, e levando em conta figuras e eventos da vida real, incluindo Rasputin e o assassinato de Franz Ferdinand.

Ralph Fiennes (Duque de Oxford), Gemma Arterton (Polly) e Harris Dickinson (Conrad)  Foto: Divulgação

King’s Man: A Origem se aprofunda na história da série, deixando Harry Hart e Eggsy para trás (por enquanto) e apresenta diferentes heróis e tem no seu elenco Ralph Fiennes, Harris Dickinson, Gemma Arterton, Djimon Hounsou, Tom Hollander, Daniel Brühl, Stanley Tucci, Matthew Goode, e Charles Dance. Além disso, o longa define mais do futuro da franquia. “Colocamos sementes para o que vai acontecer em Kingsman 3 desde o início”, confirma Vaughn. “E vai ser muito diferente”.

Inicialmente, Vaughn planejava passar Kingsman 3 para outro diretor, mas agora considera dirigir o próximo episódio. “Na verdade, não sei o que quero fazer”, diz ele. “Há uma oportunidade para um diretor realmente mudar isso, mas estou considerando”.

Mais pra frente, o futuro da série pode incluir uma versão alternativa feita por Vaughn do próprio King’s Man: A Origem – com uma edição mais longa, incluindo algumas das piadas mais rudes pelas quais a série é conhecida, mas que foram cortadas. “Eu cortei tanto deste filme que haverá uma versão mais longa de 40 minutos”, revela o diretor. “Vou fazer“ The King’s Man Vaughn Cut ’. Eu tenho algumas piadas realmente sujas aí. “

Quando os criminosos mais cruéis da história se reúnem para tramar uma guerra para roubar milhões, um homem deve correr contra o tempo para detê-los. Descubra as raízes da primeira agência de inteligência independente | Foto: reprodução

King’s Man: A Origem estava com estréia marcada para fevereiro de 2020, mas a Disney e a Fox decidiram adiar o projeto para setembro. Porém, ainda existe a possibilidade de que essa data seja alterada mais uma vez por conta da pandemia

Fonte: Empire, Poltrona Nerd

Siga a Cultura Pop no Twiter e no Facebook

Faça seu comentário