Luiz Miguel

Por: Paulo de Oliveira Santos

Eu sou o Luiz Miguel, filho do papai Paulo de Oliveira Santos e da mamãe Leila de Lima, vim ao mundo no dia 10 de dezembro de 2020, com apenas 31 semanas, ou seja, 7 meses, foi uma chegada um pouco surpresa, pois peguei todos despreparados.

“Nasci, não pude ir para casa”

 Fiquei em uma caixinha de acrílico chamada incubadora. Por ser muito frágil, meus pais não puderam sentirem o maior prazer de suas vidas, que era me pegar nos seus braços e dizer o quanto eles me amavam. Apenas podiam me ver travando uma luta incansável pela vida.

Meus pais nao tiravam o olho do monitor nem um minuto, torcendo para que tudo desse certo, cheios de esperança.

64 dias terrivelmente longos

Foto: Arquivo Pessoal

Foram longos 64 dias na UTI neonatal , e minha mãe  ficou 69 dias em um quartinho dentro do hospital para poder retirar o seu leite materno, para que os anjos chamados enfermeiros me alimentassem através de uma pequena sonda.

Meu pai só era permitido me ver uma vez por dia num horário certo, e no dia, estava lá, cheio de esperança para me ver sorrindo, vivemos uma montanha russa de emoções e pude provar que nós bebês prematuros somos a maior prova de que milagres acontecem, e bem diante de nossos olhos.

“Hoje já estou 4 meses”

Foto: Arquivo/Pessoal

Graças à fé de meus pais e do trabalho dos anjos chamados médicos e enfermeiros, que não mediram esforços para me salvar, e ao bom Deus, hoje estou com 4 meses de vida, mostrando toda minha garra, perseverança, e com uma forca absurda.

Minha mensagem a vocês

Nunca percam a esperança e a fé por mais dificil e obscuro que pareça ser o caminho. Não desistam do amor, pois sou a prova viva que o amor supera tudo. Com ele e com a fé tudo dará certo! 

OUÇA  A   WEB RÁDIO FATOS –  Um novo jeito de ouvir rádio –  Clique  👉 AQUI  e baixe o aplicativo


Compartilhe

Veja mais