LENTOS

No meio de tantos problemas, revezes, indecências, vícios, fraquezas que a vida nos lega, é interessante  e de bom alvitre, sairmos a caça de bons exemplos, atitudes louváveis e envolventes das mais variadas espécies.

Eis algumas coisas que nos vem à lembrança: pessoas que encontram dinheiro e coisas perdidas e agem na linha de entrega aos donos; de um rapaz que escalou as paredes de  prédio em operação de alto risco para salvar uma criança; de Policiais que foram eficaz e eficiente em orientação por telefone, salvar criança afogada;  de policiais que constataram a miséria do autor de um crime famélico, e fizeram uma “vaquinha” para atenuar as angústias e martírio do mesmo; do Prefeito de Colatina (Sergio Meneguelli) do Estado do Espírito Santo, que segundo o que vem sendo noticiado, inclusive em vídeos que se espera não sejam de fake news, vem gerindo de uma forma diferenciada e impactante o seu Município; da Presidenta da Croácia (Kolinda) que com recursos próprios, vôo comercial, sem mordomias e privilégios, com empatia foi dar uma força ao time de seu País, e na  Rússia e final da última Copa no dia  15/07/18,  encantou o mundo com a sua simpatia e abraços aos atletas; do mergulhador tailandês, que morreu em operação para salvar um grupo de pessoa que ficaram presos e perdidos numa caverna; de uma menina de uma favela  do Rio de Janeiro, que sonha em ser professora, e o que aprende na escola, tenta compartilhar com crianças de sua  comunidade, no corredor estreito de um precário cortiço.

Aqui mesmo em Pinhão e Região deve ter um monte de bons exemplos e boas atitudes na linha acima, e que com discrição e cuidados precisam ser catalogados e reverenciados, pois, é preciso também ter muito cuidado com esse tipo de coisa, e é até Bíblico, que ajudas, caridade, para serem boas ações precisam ser feitas sem: exibicionismos, interesses escusos, vantagens indevidas, politicagem, enganações e males do gênero.

Tem um pensamento do Padre Antonio Vieira, que é muito eloqüente e digno de servir com princípio e filosofia de vida: “É muito bom ser importante, mas é mais importante ser bom”, ou de um outro pensador que não me recordo o nome, que dizia que os próprios malandros, se descobrissem quanto a glória há em ser bom, que seriam bons por própria malandragem.

Para encerrar a reflexão, nomes como de Gandhi, Marechal Cândido Rondon,  Madre Tereza de Calcutá, Irmã Dulce, Nelson Mandela, do ex-Prefeito de Campo Mourão, Magistrado e Ministro do STJ, Dr. Milton Luiz Pereira;  João Paulo II, Papa Francisco, são na nossa idiossincrasia, referências e inspiração para os enfrentamentos dos embates da vida, e se ter por divisa (filosofia) o verbo  melhorar.

Francisco Carlos Caldas, advogado, municipalista, cidadão). 
E-mail advogadofrancal@yahoo.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 4 =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: