Legislativo e Executivo se unem para solucionar problema do Asilo

Pastor Sandro Carvalho Rodrigues, presidente do Lar do Idoso São Francisco de Assis | Foto: Naor Coelho/Fatos do iguaçu

O Lar do Idoso São Francisco de Assis de Pinhão abriga atualmente 45 idosos, nele, 10 são cadeirantes e 15 necessitam de cuidados especiais, sendo uma entidade sem fins lucrativos que conta com a colaboração da sociedade civil para poder funcionar, proporcionar um melhor conforto e oferecer cuidados especiais aos seus moradores.

INTERDITADO 

Há um tempo o Lar São Francisco de Assis recebeu uma verba, quando foram feitas umas reformas e construída uma ala nova, o que levou a necessidade de ter na estrutura física um hidrante para prevenção contra incêndios.

 Infelizmente, o hidrante não foi projetado ao fazer a obra, e sem ele o Corpo de Bombeiros não pôde certificar o Lar, e pior, teve que interditar a estrutura.

Assim como o Lar não está com toda a documentação em dia e ainda interditado, não consegue se cadastrar para receber as verbas que vem via programas estaduais e federais e nem mesmo do município ou de ONGs.

“Hoje o lar não pode receber ajudas dos órgãos estaduais e federais e nem do município, vivendo assim das aposentadorias dos idosos e com a ajuda de alguns associados, o que torna tudo muito mais difícil”, explicou o presidente do Lar, pastor Sandro Carvalho Rodrigues. 

UNIÃO DE FORÇAS

Buscando resolver o problema, pois a cada dia ficava mais inviável o Lar se manter, os vereadores se reuniram e propuseram ao presidente do legislativo, Sebastião Rodrigues Bastos, (PSD) o Sanam, que fosse devolvido ainda esse mês o valor de 120 mil reais ao executivo  de parte do orçamento  da Câmara de Vereadores e o prefeito Odir Gotardo, (PT) assumiu o compromisso de com essa verba comprar e colocar o hidrante.

 Odir contou que a Câmara repassou a verba no dia 17 de outubro e que tudo já está sendo encaminhado para adquirir e colocar o hidrante.

AGRADECIMENTOS

 “Estamos muito agradecidos à Câmara Municipal e ao prefeito Odir pelo esforço em nos ajudar para a colocação do hidrante, somos gratos a esse trabalho feito em conjunto do presidente do Legislativo, Sanam, por aceitar devolver a verba e a todos os vereadores. Nossa gratidão ao prefeito e às demais pessoas envolvidas e em especial à vereadora Luzianna, aos vereadores Jerson, Luciano e Cunha, que estiveram sempre presentes nas reuniões para discutir a questão”, expressou o pastor.

JANTAR

Para o lar funcionar e os idosos terem um atendimento descente, hoje trabalham na instituição 22 funcionários entre técnicos, enfermeiros, cuidadores, cozinheiras, pessoal de limpeza e lavagem de roupa. Desses, apenas 2  são funcionários do Município. “Além desses dois funcionários, a prefeitura paga a luz e água, o combustível do veiculo que ela cede ao Lar”, explicou o pastor.

A situação financeira da associação hoje só cobre as despesas. “Isso que o Lar conta com a ajuda da comunidade e de voluntários, por isso não estamos ainda no vermelho, temos uma dívida no mercado que é compreensivo. A Clínica Bem Estar nos ajuda muito, pois os fisioterapeutas atuam no Lar e cobram um preço muito inferior ao que é realmente, aqui agradecemos muito a esses profissionais”, lembrou o presidente.

 Para poder levantar fundos para pagar o décimo terceiros dos funcionários e pagar a dívida no mercado, a entidade decidiu realizar um jantar. “Angustia ver aqueles profissionais trabalhando com tanta dedicação e não podermos garantir a eles o décimo terceiro, mas, com o jantar acreditamos que conseguiremos porque eles realmente merecem, o trabalho lá não é fácil”, expôs o presidente da entidade.

META

A ideia é vender 400 convites no valor de R$ 30,00 por pessoa, para o jantar que acontecerá no dia 8 de dezembro, às 20 horas, no salão de festas da igreja Divino Espírito Santo.

 É importante arrecadar o máximo possível de produtos para o feitio do jantar, assim garantido um maior lucro na venda dos convites. “Fica nossa gratidão à comunidade que tem uma veia solidária imensa e tem ajudado muito o Lar. Nesse momento o que está faltando é mais um pouco de carne bovina e mais uns poucos ingredientes.

DOAÇÕES

O presidente lembra que toda doação para o Lar dos Idosos é sempre muito bem vinda, pois as dificuldades são muitas.

Essas doações podem ser alimentos para as refeições dos idosos, produtos de limpeza e higienização, que o consumo é grande.

BAZAR

Toda segunda-feira o bazar é aberto à comunidade, o valor dos objetos é de R$ 1,00. O pastor Sandro explicou que quando eles ganham peças de roupas e  calçados das lojas, o preços são um pouco maiores e já agradeceu aos lojistas que estão sempre colaborando. E lembrou que para o bazar eles também aceitam doações de roupas e objetos usados que as pessoas queiram doar.

www.simonleiloes.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + 5 =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: