Justiça condena vereador do município de Virmond a 11 anos e 8 meses de reclusão

O Juízo da Vara Criminal de Cantagalo, no Centro-Sul paranaense, condenou a 11 anos e 8 meses de reclusão um vereador de Virmond (município da comarca), ex-presidente da Câmara de Vereadores.

Preso em flagrante há cinco meses por peculato, o vereador foi condenado por fraude processual, em razão da coação de testemunhas em processo que apurava a utilização, por ordem sua, de maquinário público em propriedades particulares.

De acordo com a denúncia apresentada pela Promotoria de Justiça de Cantagalo, o vereador instigou cinco pessoas a cometerem o crime de falso testemunho em seu favor em ação penal instaurada para apuração do crime de peculato, processo em que o vereador também é réu, além de tentar fraudar outras provas com o mesmo objetivo de defesa.

Como o réu já estava preso, teve negada a possibilidade de recorrer em liberdade.

Com Informações  da Assessoria de Comunicação/MPPR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − um =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: