Instalações permitem atendimento diferenciado

Com as novas instalações na sede do município aumentou o número de alunos

A Apae de Reserva do Iguaçu, está em sede própria que foi inaugurada em 2015 e abriga, além da entidade, os alunos da Escola Nova Esperança e a Clínica de Reabilitação. A diretora da Apae, Jussara Macedo de Matos, mencionou que foi um avanço a construção da sede nova que pode abrigar com mais conforto os alunos, tanto do interior, como da sede do município. “A vinda da escola para a sede, que antes estava localizada na Vila da Copel, fez com que aumentasse o número de alunos, hoje temos 52 matriculados”.

DSCF4563 DSCF4564 30DSCF4568 DSCF4570

As novas instalações contam com uma cozinha muito bem equipada, um refeitório, banheiros adaptados, lavanderia, espaço para os alunos desenvolverem suas atividades e uma sala administrativa. Jussara falou que conta com uma excelente equipe, formada pelas pedagogas Tereza Risoneide Silva e Mauren Dallabarba. São 30 colaboradores e cinco profissionais da equipe multidisciplinar que atendem na Clínica em anexo. “Os profissionais hoje estão trabalhando em melhores condições, cada um possui seu espaço próprio realizando um atendimento de alta qualidade para os alunos da Apae e pessoas da comunidade via Sus, que tenham problema de deficiência”, informou a diretora.

O prédio foi construído com recursos advindos de uma emenda parlamentar do deputado federal Nelson Meurer (PP). Segundo o assistente social Edimar Sbalcheiro, os equipamentos, que custaram R$ 40 mil, foram adquiridos através de um convênio com o Fundo da Infância e Juventude (FIA).

Leoni e Marce ( Foto: Nara Coelho/Fatos do Iguaçu)
Leoni e Marce ( Foto: Nara Coelho/Fatos do Iguaçu)

DESENVOLVIMENTO

Leoni Aparecida Silva é mãe da aluna Marce de Fátima Silva, de 44 anos, que começou a frequentar a Apae depois que a escola passou a atender seu público nas novas instalações. “Morávamos em uma fazenda e o deslocamento era muito difícil. Já sentimos uma grande diferença, a evolução da minha filha foi evidente, agora ela é mais calma. Fala da Apae o tempo todo, conta tudo o que ela faz. É outra pessoa”.

E a própria Marce conta como está sendo frequentar a Apae. “Eu gosto muito daqui, aprendi muitas coisas. Gosto mais de bordar tapetes. Quando não tem aula eu fico triste, porque eu gosto muito de vir para a escola. Minha mãe me leva no ponto e o ônibus passa me pegar. Já fiz um tapete que ficou para mim, vou fazer mais e vou dar para minha professora”.

CLÍNICA

Foto: Nara Coelho/Fatos do Iguaçu
Foto: Nara Coelho/Fatos do Iguaçu

A Apae oferece à sua clientela três tipos de atendimento. O primeiro é o setor de educação, onde são realizadas todas as oficinas pedagógicas, buscando o desenvolvimento dos alunos. O segundo é na área da assistência social de média e baixa complexidade. E o terceiro é o setor clínico, que conta com uma equipe de profissionais composta por psicólogo, assistente social, terapeuta ocupacional, fonoaudióloga e fisioterapeuta. “A nossa função é deixar os alunos o máximo possível independente”, explicou o assistente social.

NOVOS SÓCIOS

A diretora Jussara contou que a comunidade sempre colabora com a instituição. Informou que hoje estão com mais ou menos 200 sócios contribuintes. Mas, como as necessidades se ampliaram, decidiram realizar uma campanha para aumentar o número de associados. “Quem desejar se tornar sócio é só entrar em contato conosco e fazer a contribuição no valor que desejar. No final do ano teremos eleições e só pode participar aqueles que são sócios contribuintes, hoje nosso atual presidente é o senhor Luiz Augusto Luduvick”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 − três =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: