Igreja Presbiteriana completou 23 anos de edificação em Pinhão

A igreja Presbiteriana de Pinhão começou seus trabalhos em 1970 na região do Fundo Grande

No domingo, dia 03 de setembro, o culto da Igreja Presbiteriana de Pinhão foi especial,  a congregação estava comemorando  23 anos de edificação, com a presença do missionário Azor Rodrigues, advindo da Igreja Presbiteriana da Penha, em São Paulo.

Para o Reverendo Sandro Carvalho, o dia é de muita alegria e conta que a igreja começou em 1970 com dois proprietários rurais na localidade de Fundo Grande, e como eram presbiterianos, começaram o culto nas fazendas, a principio com os funcionários e um pastor vinha uma vez por mês. Em 1994 o trabalho foi organizado como igreja, com uma sede própria, localizada na Rua Darcílio Ferreira da Silva e conta com 171 membros.

Igreja para todos

Segundo o Reverendo, a igreja é mais que as paredes, ou seja, ser igreja é estar presente na comunidade. “È um dos grandes desafios para nós, igreja só é igreja quando é para todos, inclusive para os de fora. Não estamos preocupados com a denominação, nosso principal propósito é levar os valores do Reino e que de alguma forma, ser bênção para a vida das pessoas. E nós entendemos que o Evangelho é para todos no sentido de promover uma mudança nas pessoas, no sentido de elas quererem ser um pai melhor, um trabalhador melhor, que o estudante faça as coisas corretas, com excelência e para o Senhor”.

EM COMUNIDADE

A Igreja presbiteriana busca estar sempre compartilhando com a comunidade e para isso desenvolve algumas ações, e o Projeto Sorrir para as crianças de 5 a 12 anos, onde se ensina os valores como obediência aos pais e ao Evangelho. As crianças são igreja e devem aprender desde pequenos serem cidadãos exemplares e aprender o que é certo e errado. Estamos envolvidos no Lar do Idoso, na Casa Lar, apoiamos missionários até de outras igrejas e temos um trabalho com algumas famílias carentes. Precisamos ser uma igreja para o município, nunca a igreja deve perguntar o que a cidade tem para oferecer à igreja e sim o que podemos fazer pela cidade, finalizou.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 4 =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: