Governador autoriza concurso de 2,4 mil vagas para a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros durante solenidade em Curitiba

Por Marcia Santos | Jornalista PMPR

O tão aguardado concurso público para a contratação de policiais e bombeiros militares foi anunciado pelo governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Júnior, durante uma solenidade no Quartel do Comando-Geral da PM, em Curitiba, nesta quarta-feira (04/08). Serão ofertadas 2 mil vagas para policial militar e 400 vagas para bombeiro militar para o Curso de Formação de Soldado (CFSd). O edital do concurso deve ser disponibilizado em breve, após concluídos os trâmites legais. Durante o evento também houve a entrega de medalhas Coronel Sarmento.

Para o Governador Ratinho Júnior, a segurança pública é uma das prioridades em sua gestão, e falou dos resultou obtidos pelo governo paranaense até aqui. Segundo ele, a ideia da autorização dos concursos é reforçar ainda mais o trabalho que já tem sido feito. 

“O Paraná foi escolhido entre os cinco Estados no Brasil mais seguros devido ao bom desempenho da SESP, e a ideia agora é aumentar ainda mais o contingente de policiais. Estamos autorizando os concursos para aumentar a segurança nas escolas, bairros e cidades do Paraná”.

O Chefe da Casa Civil, Guto Silva, salientou que a estratégia do governo é a organização orçamentária, priorizando as necessidades da população. “Temos planejado o governo mês a mês, ano a ano, aonde precisa apertar, o que precisa ser feito, e com isso, sabemos que os resultados estão aparecendo”, disse.

O Secretário de Segurança Pública coronel Romulo Marinho Soares, fez questão de ressaltar a importância da valorização do policial com as medidas do Governo atual. “Nossos policiais civis e militares se sentem honradas com o investimento nas áreas tecnológicas e dos recursos humanos desses profissionais. Com isso, a sensação de segurança, que se conquista dia a dia, pode ser alcançada com uma maior facilidade”, explicou.

A medida renova os quadros da PM, e chegou em uma boa hora. Isso, segundo o Comandante-Geral da Corporação, coronel Péricles de Mattos, acontece porque os novos policiais poderão cobrir a defasagem de oficiais e praças que estão se aposentando. “Dois impactos imediatos podem ser percebidos: mais policiais militares nas ruas, e maior preparação e emprego operacional em benefício à população”, diz. “O aporte constante de efetivo é necessário.

Temos uma saída normal que é por aposentadoria. Agora, com os novos policiais, essa lacuna vai ser preenchida de maneira imediata e permitir novas operações policiais, para que nós possamos manter as boas estatísticas criminais que a Corporação tem”, conclui.

O anúncio movimentou as redes sociais de todo o estado, mobilizando centenas de pessoas que aguardam a oportunidade de ingressar na carreira militar e prestigiaram o evento no Quartel do Comando-Geral da PM. Para ilustrar de maneira prática as missões e atividades do profissional, foram preparados estandes de unidades especializadas e do Corpo de Bombeiros para os visitantes.

No pátio do quartel foi montada uma grande exposição com viaturas e equipamentos do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), do Batalhão de Polícia Ambiental Força-Verde (BPAmb-FV), do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA), do Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária (BPEC) e do Corpo de Bombeiros.

Ratinho Júnior aproveitou o momento festivo e assinou o decreto governamental de promoção a 143 oficiais da Polícia Militar, indicados à promoção no mês de agosto, demonstrando responsabilidade e compromisso com os profissionais que atuam na gestão de tropa e do bom andamento do atendimento ao cidadão.

ENTREGA DE MEDALHAS – O Comandante-Geral da PM, coronel Péricles de Matos, condecorou autoridades do Poder Executivo pelo constante apoio à Corporação com a medalha Coronel Sarmento, maior honraria da Polícia Militar. Receberam a medalha o governador Ratinho Júnior, o Chefe da Casa Civil, Guto Silva, o Diretor-Geral da Casa Civil, Felipe Augusto Amodori Flessak e o Superintendente de Desempenho Governamental, João Luiz Giona Júnior.

FORMAÇÃO – Durante os primeiros meses de Curso de Formação de Soldado, os alunos PM têm aulas teóricas e práticas de disciplinas como direito, defesa pessoal, tiro, técnica e tática policial, policiamento ostensivo e, principalmente, comunitário, além de direitos humanos, abordagem e outras da área policial. Os alunos bombeiros também passam por algumas destas disciplinas, mas tem outras específicas como combate a incêndio urbano e florestal, salvamentos aquático, terrestre e vertical, socorros de urgência, busca terrestre e aquática e defesa civil entre outros.

Em seguida, concomitante com a teoria, os alunos fazem o Estágio Operacional Supervisionado, momento em que colocam em prática os aprendizados de sala de aula. Estas atividades são acompanhadas por policiais e bombeiros militares já formados e com experiência na atividade de rua e atendimento de ocorrências, são controladas e específicas.

 

 

Deixe uma resposta

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: