Uma funcionária do hospital local compareceu no plantão do 4º Pelotão da Polícia Militar de Pinhão-Pr e relatou que por volta das 22h30min de sexta-feira, 23 de julho  foi administrar medicamentos para os pacientes internados, e em um determinado quarto, onde estava internando um masculino, ao realizar a administração dos medicamentos este lhe pediu um abraço,  negado pela funcionária, alegando que não poderia dar o abraço, uma vez que estaria ali para desempenhar apenas a sua função.

Mesmo com a negativa o homem avançou na solicitante dando um abraço e um beijo na região do pescoço contra sua vontade e que após o fato ela saiu do quarto e acionou o técnico de enfermagem e  repassaram a situação para a administração do hospital, sendo lavrado um termo de declaração relatando todo o ocorrido.

A vítima disse  que decidiu procurar à PM para a lavratura do boletim de ocorrência para que sejam tomadas as medidas cabíveis. Foi orientada quanto aos procedimentos a serem tomados.

Com informação do 4º PPMPho


Compartilhe

Veja mais