Ex-prefeito Dirceu tem as contas de 2016 do Consórcio Intermunicipal do Vale do Rio Jordão julgadas irregulares pelo TCE-PR e recebe multa

Ex-prefeito Dirceu José de Pinhão | Foto: Arquivo/Fatos do Iguaçu

Redação Fatos do Iguaçu

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) julgou irregulares as contas de 2016 do Consórcio Intermunicipal do Vale do Rio Jordão presidido na época pelo ex-prefeito de Pinhão,  Dirceu José de Oliveira por descumprir a LRF – Lei de Responsabilidade Fiscal.

Devido às irregularidades o ex-prefeito recebeu duas multas, que somam R$ 7.427,70.

O prefeito de Guarapuava-Pr Cesar Silvestri Filho que foi seu sucessor no Consórcio também foi multado  por irregularidades em  R$ 3.183,70. Os valores são para pagamentos em fevereiro.

Tanto a Coordenadoria de Gestão Municipal (CGM) do TCE-PR quanto o Ministério Público de Contas (MPC-PR) manifestaram-se pela irregularidade das contas, com a indicação de ressalvas e a aplicação de multas. O relator do processo, conselheiro Artagão de Mattos Leão, votou da mesma forma.

Os dois ex-dirigentes do Consórcio entraram com recursos e enquanto o processo tramita fica suspensa a execução das multas.

Deixe uma resposta

error: Alerta: O conteúdo está protegido !!
WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: