Especial : Uma hora dedicada à pestinha amada…

Sérgio com Izabelly  | Foto: Nara Coelho/Fatos do Iguaçu 

Por Nara Coelho

Pai… Proteção… Amor… Infinito…

Ser pai é mágico porque transporta os homens para um mundo novo, cheio de graça, delicadeza, que exige cuidado, proteção, carinho e muito amor…

Comemorar o dia do Pai é comemorar a alegria, a brincadeira, a bronca, o “espera só teu pai chegar”.

Para homenagear essa pessoa tão especial, elemento tão importante na formação de cada ser humano, Fatos do Iguaçu foi conversar com o pai Sérgio Cavalare, o Paulista, 40 anos, casado com Marizel dos Santos, pai de Izabelly dos Santos Cavalare, 5 anos, e Arminda dos Santos Cavalare, 8 meses.

Sérgio com as filhas Izabelly e Arminda (Foto: Arquivo/Pessoal)

Paulista mora com a família na localidade de Guarapuavinha, vem  todos os dias trabalhar na sede do município, pois é construtor, contou que escolheu morar no interior pela tranquilidade e porque gosta de criar cavalos e outros animais.

        UMA HORA MUITO ESPECIAL…

Paulista passa o dia na cidade, mas tem um horario muito especial para ele, das 12 às 13 horas, praticamente todos os dias de segunda a sexta-feira, ele vai na escola municipal Nossa Senhora da Glória ficar com a filha Izabelly, que estuda na escola. Indagado o porque ele responde “Quero ver minha filha crescer”, complementa, eu saio, ela está dormindo, às vezes, devido ao trabalho, chego às 20 horas em casa e ela já está dormindo, esse é o tempo que tenho para ficar com ela, esse tempo é muito importante. se não ela cresce e eu não vejo”.  

Izabelly, uma linda menina, muito carinhosa e graciosa, mas tímida, foi contando aos poucos e de forma encabulada, que vai pescar, cuidar dos cavalos e dos outros bichos com o pai.

O pai, todo orgulhoso, foi contando, ela é minha companheira para tudo, esses dias pescou um peixe grandinho, é assim desde pequeninha, só comigo.

        Para Paulista ser pai é…

                                       Uma realização, criar uma pessoinha junto da gente é um amor especial, diferente, fui presenteado com a Izabelly, é minha companheira para tudo, vamos pescar, cuidar da criação dos cavalos tudo junto e agora o presente dobrou, pois agora tem a Arminda na minha vida.

Izabelly, foi conversando, sempre bem encabulada, disse que gosta muito do pai, dele ir ficar com ela na escola e de pescar com ele, contou que o pai gosta de tirar fotos e seus olhos brilhavam enquanto falavam do pai.

            Paulista, é possível ficar sem a Izabelly?

                              De jeito nenhum fico sem a minha pestinha, e perguntou para Izabelly, quem é a pestinha do pai? Ela num sorriso respondeu, sou eu, sou toda do pai, e muito orgulhoso completou, ela é apegada comigo desde pequenina, só dormia comigo, é toda esperteza, não sobra tempo para nada, meu tempo é delas.

             Num de repente, Izabelly, que andava pela sala, se virou e disse: Eu amo ele!!!

                         O pai todo orgulhoso já com a filha no colo respondeu…

                   Sou refém dessa pestinha!

                  Publicada na edição impressa do dia 09 de agosto de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × três =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: