Em Guarapuava, homem que matou o pai e incendiou a casa da família é condenado a 28 anos e 29 dias de reclusão

Redação Fatos do Iguaçu com Assessoria

O Tribunal do Júri de Guarapuava condenou nesta segunda-feira, 18 de março, um homem acusado pela morte do próprio pai. O réu recebeu pena de 28 anos e 29 dias de reclusão pelo crime, ocorrido em 1º de janeiro de 2018.

Além do homicídio qualificado por motivo fútil (após uma comemoração de revéillon, o acusado estava embriagado e queria sair com a moto, mas o pai o impediu), o réu foi acusado pelos crimes de lesão corporal e ameaça contra a irmã e a mãe, mediante violência doméstica, e por atear fogo na residência da família, que ficou totalmente destruída.

A tese da acusação, sustentada pela 10ª Promotoria de Justiça de Guarapuava, foi integralmente acolhida pelos jurados. O réu já estava preso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + 20 =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: