ELEIÇÕES 2016: Luzyanna, uma representante de fato das mulheres

Às vezes vemos mulheres no legislativo, mas que infelizmente não representam os interesses das mulheres, eu quero representar os interesses das mulheres”.

Luzyanna Rocha Tavares, tem 32 anos, é casada, mãe de três filhos, assistente social com mestrado, é funcionaria da Emater, onde desenvolve vários projetos, todos ligados ao desenvolvimento da agricultura familiar e com destaque para o trabalho com as mulheres do campo e do turismo rural, e em meio a todas essas atividades, encontrou tempo para ser candidata a vereadora. Luzyanna é filiada no PSD e foi uma das eleitas com ….. votos  dentro das seis cadeiras que a coligação Avança Mais Pinhão conquistou. Luzyanna esteve na redação do FATOS DO IGUAÇU falando da experiência da campanha e do que pensa sobre o ser vereadora.

Ela começou a entrevista falando que nunca tinha pensado em ser candidata a vereadora, mas que as pessoas viviam dizendo para ela ser. “Na verdade, muita gente falava para eu sair candidata, acho que foi pela insistência das pessoas, mas o que me levou a decidir ser candidata é que vi na campanha a possibilidade de fazer uma avaliação do meu trabalho, porque às vezes a gente acha que ta arrebentando e não é bem assim. A campanha, mesmo com suas dificuldades permite fazer essa avaliação”.

Sobre a experiência da campanha, a vereadora eleita fala das dificuldades de falar de si mesma. “A campanha é muito difícil, primeiro porque a gente tem que falar da gente, do nosso trabalho, e isso é complicado. A gente tem muitas decepções na campanha, mas sempre fui pé no chão, sem grandes expectativas. Quarenta e cinco dias na minha análise é pouco, eu não consegui ir a lugares que era importante  ter ido, no interior. E apesar de ter um trabalho grande no interior, tive muitos votos na cidade” .

E ao falar dessa grande quantidade de votos da zona urbana, Luzyanna falou um pouco do seu trabalho como vereadora. “Apesar de ter uma linha de trabalho voltada para o meio rural, vou ter que pensar ações para o meio urbano. Mas pretendo manter o foco para o interior, até porque quando o interior se desenvolve, consequentemente gera renda, a cidade também cresce, o interior é que faz o movimento que dá vida à cidade”.

Sobre suas expectativas em relação à câmara, a nova vereadora declarou: ”Eu estou chegando no legislativo com muitas ideias, gás e planos, tenho muitas expectativas de fazer muita coisa, quero ouvir muito as pessoas, quero dar espaço para elas participarem do meu mandato. Eu sinto a pouca participação das pessoas na câmara, acho que o povo perdeu o interesse de participar, de ouvir, penso que temos junto com os outros vereadores de encontrar meios para chamar as pessoas para estarem na câmera, para participarem das discussões. Sei que não é um trabalho que se faz sozinha, preciso das parcerias dos colegas, é um sonho muito maior do que político, é de promover o desenvolvimento. Percebo que as pessoas depositaram muita esperança  em nós, confiaram no nosso trabalho, elas estão esperando  muito e eu não quero decepcioná-las”. Se vai dar prioridade a uma área de trabalho, Luzyanna fala que tudo está integrado. “Não tem como dizer que vamos trabalhar em uma única linha porque todas as políticas públicas são interligadas. Já temos algumas ideias, projetos que estão ligados ao meio rural, mas que incidem diretamente na qualidade de vida no meio urbano. Quero trabalhar muito sobre segurança alimentar, agroecologia, e isso vai influenciar na saúde pública. A questão da educação, que para o meio rural precisa ter um olhar diferenciado. Projetos de revitalização de rua, um plano de arborização da cidade, a revitalização da sinalização, penso que Pinhão já precisa de semáforos, discutir a acessibilidade e todas essas questões perpassam tanto pelo meio urbano como o rural. Esses são alguns pontos que queremos discutir e ainda a questão do  meio ambiente, saneamento rural e o turismo, que pode alavancar tanto o crescimento rural como o urbano vamos defender muito essa bandeira, até porque o turismo já acontece por si só no Pinhão”.

Sobre ser vereadora da oposição, Luzyanna se mostra bem tranqüila e fala que após a campanha a prioridade é o município. “Agora o objetivo na câmara é o desenvolvimento, jamais vamos pensar em travar ações, projetos que levem ao desenvolvimento por questões políticas. O sonho é esse, que as coisas andem, funcionem, que o município cresça, não nos elegemos só para dizer que somos vereadora, mas para tornar o sonho em realidade. Mas penso que ser oposição é mais tranquilo, a cobrança é menor, principalmente porque o povo ainda tem a cultura do pedir, do assistencialismo, e para os vereadores da oposição isso ocorre menos”.

Luzyanna fala com muita convicção que será sim uma representante das mulheres. “Eu falei muito na campanha da importância de ter a representação da mulher no legislativo, historicamente, a mulher sempre foi excluída do meio político, entre outros. A ideia é que a gente represente todas as mulheres, quero ouvi-las para levar os anseios delas para ser discutido no legislativo. Quero realmente representar a mulher, pois às vezes vemos mulheres no legislativo, mas que, infelizmente, não representam os interesses das mulheres, eu quero batalhar, representar os interesses das mulheres”.

Sobre a presidência do legislativo, ela diz existir a possibilidade. ”Estou com o meu nome à disposição, acho que não teria como eu não estar, até pela luta da mulher reforçar o seu lugar na política, mas estou disposta para dialogar com os colegas vereadores e para ver como o partido vai conduzir essa situação. Penso que é um cargo que a experiência conta muito, pois nele se tomam decisões muito importantes. Mas estou bem tranqüila para acompanhar a decisão que ficar melhor para o partido e para a condução dos trabalhos do legislativo”.

Antes de terminar a entrevista, Luzyanna fez um convite aos colegas vereadores eleitos: “Eu vi que um vereador eleito de outro município fez o plantio de mudas equivalente ao seu número de votos. Gostei da ideia e vou fazer aqui em Pinhão, vamos plantar aonde precisar de árvores, nos mananciais e inclusive próximo à fonte de água que abastece as nossas casas. Consegui as mudas com a Copel e estou convidando os demais vereadores eleitos que queiram vir plantar comigo, me comprometo de ir conversar na Copel para conseguir mais mudas”.

Luzyana encerrou a sua entrevista agradecendo os que acreditaram em sua proposta de trabalho. “Muitas pessoas acreditaram no meu trabalho, na minha trajetória, a gente agradece  imensamente a todas elas, inclusive aquelas que acreditaram e que eu nem fui pedir o voto devido à falta de tempo, mas votaram na gente. Muitas pessoas acreditaram nessa bandeira que a gente defende do desenvolvimento, foi uma campanha de poucos recursos, quem votou em mim, confiou no nosso compromisso, na nossa paixão pelo município e seu desenvolvimento, penso que o interior se sente representado por mim. Quero continuar ouvindo, conversando com as pessoas, quero de fato representá-las e agradeço de coração toda essa confiança”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × quatro =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: