Conselho da Comunidade tem nova diretoria

O Juiz de Direito Dr. Vinicíus Mattos Magalhães com o novo Conselho da Comunidade | Foto: Nara Coelho/Fatos do Iguaçu

Por Nara Coelho

Conselho da Comunidade tem por atribuição principal o auxílio e a orientação aos presos e egressos do sistema penitenciário, bem como o trabalho com as famílias dos presos com as vítimas e seus familiares.

Na terça-feira, 30 de julho, na sala do júri do Fórum da Comarca de Pinhão, na presença de uma assembleia formada por representantes de vários segmentos da comunidade, entre eles, o presidente da ACIAP, Associação Comercial e Industrial de Pinhão, Naor Coelho, o delegado do município, Bruno Miranda Maciozek, a Promotora de Justiça, Lorena Almeida Barcelos de Albuquerque, foi formada a nova diretoria do Conselho da Comunidade.

ASSEMBLEIA

O Juiz de Direito da 2ª vara judicial da Comarca de Pinhão, Vinícius de Mattos Magalhães falou a todos sobre as finalidades e objetivos do Conselho, “O Conselho tem o papel fundamental na nossa sociedade de auxiliar não só as pessoas presas, mas as famílias dessas pessoas, os familiares da vítima e a própria vítima. Essas pessoas que compõem o Conselho da Comunidade vão estar sempre trabalhando ao lado do juiz de execução nesse auxílio. Vão realizar esse trabalho a partir de projetos que serão implementados”.

A promotora de Justiça Lorena, falou da importância do Conselho, o ex-presidente do Conselho da Comunidade, João Elio Andriola, fez uma explanação sobre sua experiência à frente do Conselho nos últimos dois anos e o delegado Bruno se colocou à disposição do mesmo no que for necessário para auxiliar no melhor funcionamento possível do Conselho.

O juiz Vinicius apresentou os novos membros que estava indicando para compor a diretoria do Conselho da Comunidade no biênio 2019/2021.

A DIRETORIA

A nova diretoria, que é composta por oito membros, é formada por cidadãos que atuam em áreas diversas na comunidade, com uma faixa etária entre os 25 a 40 anos, alguns com boa experiência no trabalho voluntario na comunidade, outro já com uma larga experiência profissional com as famílias de presidiários e outros com vivencia junto a menores infratores, a advogada Roberta Druchack Dellê ficou como presidente.

Em entrevista ao Fatos do Iguaçu, a diretoria mostrou-se com muita disposição de realizar um trabalho de qualidade e com uma atuação efetiva que venha de encontro com as demandas dos presos, vítimas e familiares. “Num primeiro momento vamos estudar um pouco sobre o Conselho, visitar, conhecer outros conselhos como o de Guarapuava. A ideia é ir com calma, mas vamos buscar organizar projetos que venham de encontro às demandas, que se estruturem e se efetivem”, declararam os membros da diretoria.

O juiz Vinícius declarou ter uma ótima expectativa em relação à nova diretoria, “A diretoria indicada hoje tem uma formação bem diversificada, entre seus membros temos advogados, assistente social, psicólogo, arquiteta, a minha expectativa é que esses dois anos sejam de bastante trabalho do Conselho da Comunidade, um trabalho bem estruturado, com novos projetos e novos olhares”.

A SOCIEDADE

O juiz destacou a importância da comunidade compreender a função do Conselho da Comunidade e lembrou que dar condições dos presos egressos se reinserir na comunidade é fundamental para a tranquilidade na sociedade, “É importante que a população procure o Conselho, traga indicações de projetos, que o Conselho seja um braço da comunidade, que a população tenha esse contato, saiba o que é o conselho, que é necessário que esse auxilio seja para quem foi vítima de um crime como para quem está saindo de uma pena que acabou de cumprir em beneficio de todos nós, muitas vezes uma pessoa que comete um delito o comete por razões  circunstanciais, se houver um auxílio da família, do Conselho e social, essa pessoa jamais  voltará a cometer novos crimes. Se esse auxílio não existir, é possível que essa pessoa reincida nos crimes e volte a cometer novos delitos e isso é pior para a nossa sociedade. O conselho também trabalha a prevenção de novos crimes que assolam a comunidade, nós não queremos isso, nós queremos uma sociedade pacífica, tranqüila, que a gente possa caminhar nas ruas e viver todos em paz”.

NOVA DIRETORIA

Presidente: Roberta Druchack Dellê

Primeiro Vice-presidente: Angela Vanusa Oliveira

Segundo Vice-presidente: Antonio Joison de Souza Ferreira

Primeiro Secretário: Camila Kramer

Segundo Secretário: Suzete Borges

Primeiro Tesoureiro: Thamy Cristini Lustosa Teixeira

Segundo Tesoureiro: Aline Ults Domingues Caldas Rocha

Suplente: Andreza Ribeiro nunes

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + 12 =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: