Imagem ilustrativa/reprodução

Coluna Acontece Saúde: US0 DE MÁSCARA

______________________

A Associação Médica Brasileira (AMB), em parceria com as Sociedades de Especialidades Médicas, conclama reitera, mais uma vez, ser imprescindível o uso correto de máscara por todos os cidadãos. É essencial ainda o seguimento à risca das demais medidas de prevenção ao novo coronavírus: uso correto de máscara, distanciamento social, evitar aglomerações, manter o ambiente bem ventilado e higienizando, ficar em isolamento respiratório assim que houver suspeita de Covid-19, higienizar frequentemente as mãos, com água e sabão ou álcool gel a 70%.

O uso correto da máscara é uma ação cidadã de responsabilidade individual. Entretanto, o efeito é coletivo e fundamental para diminuir a circulação do SARS-Cov-2.

A vice-presidente da Associação Médica Brasileira – Região Norte, Mariane Cordeiro Alves Franco, pondera que usar máscara reduz em mais de 90% a possibilidade de transmissão e acometimento.

“Mesmo os já-vacinados precisam utilizar, além de todos os materiais de higiene e proteção”, acrescenta.

Alguns ainda permanecem com dúvidas como vestir a máscara certinho.  Mariane orienta

“Deve cobrir o nariz, a boca e a ponta do queixo. O material mais indicado depende bastante do tempo, atividade profissional etc. Em regra, pode ser de tecido, mas mantê-la limpa é tudo”.

“Àqueles que têm mais contato com público, a exemplo de um caixa de supermercado, atendimento em banco e seguranças, orientamos a máscara KN95. Já as caseiras e de pano, preferencialmente dever ser em tecido duplo, para garantir melhor proteção”.

Sobre limpeza, há especificidades: a máscara de tecido, usada apenas em curto período, requer molho em água e sabão, para depois ser lavada em água corrente.

“As mais resistentes, como a KN95, precisam de higienização em local com sol e arejado; fora de casa, como em uma sacada ou no quintal, por cerca de 24 horas, assim, o vírus morre”, alerta a médica.

Máscaras sintéticas não podem ser lavadas com água, sabão e álcool. Simplesmente têm de ser descartadas quando a vida útil acabar.

“É ideal ter mais de uma, ir revezando no decorrer do dia, para não usar a mesma máscara direto”, acrescenta Dra. Mariane, que deixa um apelo aos cidadãos:

“Respeitem o isolamento social, evitem aglomerações de qualquer tipo. Estamos vivendo a pior crise sanitária que o mundo já enfrentou e ainda não há vacinas para todas as pessoas. Cuidem-se bem”.

Faça seu comentário