Capa e Editorial Edição nº: 865

Será que vai ter elogio?

Uma semana cheia de pequenas ações positivas, isso mesmo, essa edição traz a certeza que o bem está presente no mundo. Os escoteiros foram lá na escola Nossa Senhora da Glória, deixá-la mais bonita e alegre. Isso é bom para os alunos e para o futuro, pois os que receberam o presente vão estudar com mais alegria e a aprendizagem, melhor.

Os que deram o presente estão aprendendo que fazer o bem sem olhar a quem é mais que importante, é plantar um futuro melhor. Uma ação tão pequena, mas que planta em duas pontas a boa semente. Contribui para a formação de crianças que estão socialmente tão distantes, mas que juntas formarão a sociedade do futuro, que deve ser melhor que a de hoje.

O chá da primavera, uma reunião de mulheres que crêem na vida e no bem e praticam o bem, angariando alimentos para o Lar São Francisco. A noite de autógrafo do livro Alfabeto da Família, que faz as pessoas pararem e pensarem aonde anda a essência do ser família. Todas são ações pequenas, mas que enchem o ar do bem, como a primavera com suas multicores e flores enche os dias de alegria e perfume.

Ter o bem no ar é semear um futuro melhor, é acreditar que a vida pode ser melhor e que o ser humano pode ser cada vez mais humanizado. E nesse clima de bem a gente se lembra que elogiar é algo tão importante, contudo, as pessoas quase nunca o fazem, talvez porque elas acreditem que dá menos Ibope do que criticar, xingar, apontar erros, por exemplo, quando as coisas ficam complicadas na área da segurança, quando os crimes acontecem, aí vira um botar a boca no trombone, as pessoas enchem as redes sociais de críticas.

Mas agora, se tem visto o judiciário a todo vapor com os júris, só em setembro, foram marcados quatro e já estão marcados os de outubro. A policia militar tem enfrentado várias situações e tem conseguido colocar a mão, ou melhor, as algemas nos criminosos. A policia civil tem solucionado os casos, os antigos, acontecidos há quatro anos, ou os que aconteceram há três meses, não só chegado a conclusão de quem são os autores como os tem prendido, e ai fica a pergunta, as redes sociais não vão se manifestar, ou aí não tem graça?

Com certeza muitos vão dizer que não fizeram mais que a obrigação. E não estão errados, o setor de segurança, ao solucionar os casos, prender os bandidos, o judiciário, ao julgar os criminosos está cumprindo com o seu papel.

Mas, se é feito barulho quando tudo parece um caos, e muitas vezes nem é caos são só pessoas se aproveitando de situações, super valorizando a desgraça para tirar proveito próprio, fica a pergunta: cadê os elogios e os comentários positivos das redes sociais?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 7 =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: