18 de outubro de 2019

EDITORIAL

                                                       Aplausos…

Pinhão foi crescendo, se desenvolvendo e foram se formando os núcleos habitacionais, foram saindo os loteamentos, tudo isso foi fazendo a Vila Nova ir pegando jeito de cidade e foi se transformando no município de Pinhão, nesse processo só aconteceu um problema, as pessoas não se preocuparam em registrar seus imóveis.

Hoje, Pinhão é conhecido no estado como o município com o maior problema de regularização fundiária. Sim, dos imóveis públicos aos privados, nos quatro cantos da cidade incluindo o centro, dá para contar o imóvel que tem matrícula. Sabe o ditado popular, que na terra de cego quem tem um olho é rei, em Pinhão quem tem imóvel com matrícula é rei. Parece uma bobagem a questão do registro, porém, só é dono de fato e de direito quem tem a matrícula do imóvel.

Ter um município onde o costume não é registrar, é ter um município com um sério problema. Na verdade, quando não se registra os imóveis, se reduz e de forma drástica a capacidade de desenvolvimento do município. Empresas e bancos, quando fazem o levantamento e descobrem que é difícil encontrar um imóvel regularizado no município, desistem de vir se instalar. Regularizar é promover o crescimento.

A regularização fundiária urbana já vem sendo uma preocupação há muito tempo de várias pessoas e administrações. Inclusive o município já gastou muito dinheiro público com empresas de fora para promover a tão sonhada regularização. Porém, infelizmente, nada aconteceu.

Agora, com a junção de vontade, esforços e muita determinação em fazer a coisa acontecer, o cartório de registro de imóveis e a administração encontraram o caminho para destravar a regularização fundiária urbana de Pinhão. Para eles vão os aplausos, até porque estão solucionando o problema com muitos esforços e dedicação humana, mas com poucos gastos do dinheiro público.

A administração e o cartório estão fazendo a parte deles, agora, para de fato a regularização acontecer é preciso que os pinhãoenses, proprietários de imóveis abracem a causa, se unam e modifiquem a realidade do município. Pois cada lote, quadra, rua que for sendo regularizada é um passo em direção ao crescimento local.

O pequeno gesto e esforço de cada um vai gerar o grande desenvolvimento do município que vai levar ao desenvolvimento que, com certeza promoverá a melhora de vida de todos, aí os aplausos serão muitos e para todos e serão tantos que vai virar a comemoração da transformação social e econômica.


Compartilhe

Veja mais