Alfabeto da Família, uma inspiração divina

Um livro para a cabeceira da cama

Tia Ione, como é conhecida a senhora, Ione Aparecida de Abreu Pereira, de 72 anos, casada há 51 com Laurici Marcondes Pereira, conhecido como Corujão, ela é mãe dos filhos Josoel e Márcio, que lhes deram quatro netas e um neto.

UMA VIDA DEDICADA À IGREJA

 Durante toda a sua vida tia Ione teve um trabalho constante na igreja, na renovação carismática teve uma participação de 18 anos e por esse mesmo tempo foi catequista, por 20 anos foi ministra da eucaristia, participou da pastoral carcerária e participa há 30 anos do terço da misericórdia toda quinta- feira e realiza visita aos doentes. 

NOITE DE AUTÓGRAFO

No sábado, 22 de setembro, aconteceu a Noite de Autografo, do livro Alfabeto da Família, o padre Fernando fez o prefácio do livro Alfabeto da Família, um livro para se ter na cabeceira da cama, que aborda temas como o perdão, a importância da oração, um livro que faz a família refletir sobre seus valores.

Foto: Reprodução Facebook

Ela contou que ficou emocionada ao ver tanta gente lá, e que com o livro ela pôde ver como tem amigos. ”Foi uma noite linda, de muita alegria, me emocionei ao ver o quanto tenho amigos”.

UMA INSPIRAÇÃO

A primeira inspiração veio quando ela recebeu uma relíquia de Santo Antonio em sua casa, que naquela noite veio para ela as palavras chaves de cada texto. E as palavras alfabeto da família, ela se perguntava: “O que será que quer dizer isso”?

Tempo depois, em uma noite, ela começou a escrever às 21hs e só parou no outro dia às 9 horas. “Sentei e comecei a escrever, cada palavra, cada versículo da bíblia foi sendo inspirado por Deus, eu não senti dor na mão e nem cansaço, não me levantei nem para tomar água, fui revestida da graça de Deus” conta emocionada tia Ione.

Ela nunca teve a intenção de escrever um livro e que esse foi uma inspiração do Divino Espírito Santo. “Cada palavra que está nesse livro foi uma inspiração do Divino”, afirma a autora.

A inspiração, na verdade, aconteceu há quatro anos, mas ela guardou o caderno onde anotou as inspirações, numa conversa com a Evani Camargo, ela contou que tinha o caderno com o texto, a partir daí a Evani pegou o caderno e com a ajuda de muitos amigos ela transformou o caderno em livro. “Eu concordei em publicar porque os padres gostaram muito, se a igreja aceitou, gostou, não tinha porque eu questionar”, disse a autora com seu jeito simples de ser.

O livro é para as famílias que têm sofrido muito com a toda a modernidade. “Nós, cristãos, temos nossos valores, e se cruzarmos os braços diante da realidade, o que será feito dos jovens. Temos muitos jovens nas drogas e depressivos, o que está faltando é o amor família, eles não encontram a essência de ser família e ai vão procurar uma falsa alegria e isso os deprime”.

DOAÇÃO

Quem quiser o livro pode adquirir com ela ou na paróquia Divino Espírito Santo e na livraria Divina Providencia, no valor de R$ 15,00, que será revertido para as obras sociais, “Eu disse ao padre que não quero nem um tostão da venda dos livros, quero que o que conseguirem com a venda seja revertido para as obras sociais da igreja, por isso peço às pessoas que comprem o livro para ajudar ao próximo”, declarou tia Ione.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 3 =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: