Alessandro: “muitas coisas boas virão para Reserva do Iguaçu nos próximos meses, nossa população merece”

Carlos Alessandro Machado, secretário de Administração e Desenvolvimento Econômico de Reserva do Iguaçu | Foto: Nara Coelho/Fatos do Iguaçu

A geração de renda é uma das preocupações da secretaria de administração

Por Nara Coelho

A secretaria de Administração  de um município é a que dá a sustentação às demais secretarias, no caso de Reserva do Iguaçu, são sete, mais o gabinete, quem está à frente da secretaria de Administração e Desenvolvimento Econômico é o advogado Carlos Alessandro Machado, 37 anos, 17 de experiência na administração pública, na sua liderança estão 23 funcionários, divididos nos departamentos de Compras e Licitação, Recursos Humanos, Desenvolvimento e Assessoria Econômica, os setores de patrimônio, projetos e segurança do trabalho, “é um nicho de responsabilidade grande, eu primo por fazer a coisa certa e transparente, o que dá mais trabalho ainda”, detalhou o secretário.

CONVITE ACEITO COM UMA CONDIÇÃO

Para Alessandro, o convite para assumir a secretaria de Administração significava assumir um desafio, para aceita-lo, ele colocou uma condição, “Sabia que a situação do município era complicada, coloquei ao Sebastião que gostaria que algumas pessoas fizessem parte da equipe, a contadora Sibely, a Luciane, que é contadora, mas atua como  técnica de compras, a Dinameires para o RH, a doutora Marta para auxiliar na coordenação de projetos, que eram pessoas de minha confiança, próximas e competentes”.

REGULARIZAÇÃO DAS PENDÊNCIAS

As dificuldades foram em todos os setores, financeira, setores desestruturados, sem dados dos servidores no RH, “As dificuldades eram grandes, na questão de informações não tinha onde se socorrer, não tinha registros das ações da gestão passada”, lembrou Alessandro.  

A gestão anterior deixou o município com uma imensa dívida junto ao Fundo de Previdência,” Na questão junto à justiça para o parcelamento da dívida, a minha equipe participou ativamente do processo”.

 O departamento de Recursos Humanos foi encontrado praticamente destruído e sem pessoal, “O setor estava uma verdadeira bagunça, o prefeito Sebastião solicitou que organizássemos um concurso público. O problema é que não tínhamos, dados foi uma saga, foi um trabalho demorado, mas no primeiro ano conseguimos realizar o concurso.

Alessandro destacou o setor de Projetos, “Esse setor fez a captação de recursos de 17 milhões em projetos, nesses 2 anos, uns já iniciados e prestado contas, outros em andamento para todo os setores  e o  valor só não é maior por situação de pendência de restrição que encontramos”.

QUALIFICANDO O TRABALHO

Alessandro aproveitou o concurso para contratar técnico para coordenar o RH, o setor de compras, contabilidade e de segurança do trabalho, “Sentimos que era importante ter pessoas especializadas nesses setores, pois eles  são alicerce para todo o trabalho e já foi o tempo que essas chefias ficassem com cargos comissionados porque a mudança ocasiona  perda para o município”.  

FUNASA

Logo no início da gestão a Fundação Nacional de Saúde, FUNASA, notificou que Reserva do Iguaçu deveria devolver para a Fundação mais de R$ 3 milhões por recursos vindos para saneamento básico e não prestado conta. Eram convênios para esgotamento sanitário, construção de banheiros no interior, “Graças ao trabalho da doutora Marta e o meu conseguimos reverter essa situação”. Foram além conseguindo o mesmo valor em investimento para o esgotamento sanitário, “A retomada desse investimento foi possível graças ao trabalho realizado pelo topógrafo Adão, da engenheira Jozélia, da doutora Marta, que correram atrás”.

Alessandro e sua equipe | Foto: Nara Coelho/Fatos do Iguaçu

SUPER CRECHE

Com o FNDE, Fundo de Desenvolvimento Nacional de Educação, a situação era a mesma, devido à obra da Super Creche, que não estava concluída, o FNDE intimava a devolução do recurso federal.

Alessandro explicou que a empresa que ganhou a licitação abandonou a obra e moveu uma ação contra o município, “fizemos um acordo judicial, reduzindo em mais de 50% o valor da causa que a empresa pleiteava”.

Com a determinação a equipe conseguiu a retomada da obra e no dia 13 realizou a licitação de materiais para a obra, “Foi um trabalho bem grande do setor de projetos para que isso se viabilizasse. Contamos também com a colaboração do deputado Frangão e do legislativo, a compreensão de alguns vereadores foi decisiva para garantirmos a obra”.

TRANSPARÊNCIA

“Quando assumimos, o item transparência não existia, o site da prefeitura não funcionava”. Contou o secretário que uma das suas primeiras atitudes foi reorganizar o site. “Hoje temos um site moderno, de fácil acesso, atendemos as normas de transparência publicando tudo que os setores de compras e licitações e contabilidade realizam, temos orgulho do nosso site ele já nos trouxe bons resultados”. Pelo índice nacional de transparência, que é aferido pela Controladoria Geral da União Reserva do Iguaçu, saltou do índice de 0,4 para 7,7.  

PLAYGROUND 

 O prefeito falava muito que queria fazer alguma coisa para as crianças na cidade. Ele acabou escolhendo a montagem de um playground, a secretaria de Administração concretizou, “Aderimos à ideia e achamos fantástica, criamos um espaço para as crianças no complexo esportivo, que tem sido há dois anos um atrativo, para elas”.

EXPRESSO ALEGRIA DO CAMPO

Em Reserva do Iguaçu, comunidades que estão distantes da sede, a uns 80km, devido à distância, muitos munícipes acabavam indo resolver os seus problemas no município vizinho.

Pensando numa solução, a secretaria de Administração criou o Expresso Alegria do Campo, que nas segundas e quintas-feiras passa por 13 comunidades,  Santa Luzia, Butiá, Nova Iguaçu, São Miguel, Rio Verde, Linha Pato Branco, Pinhal, Faxinal dos Soares/Cerrinhos, São Sebastião, Potreirinho, Nossa Senhora de Fátima, São Pedro, e nos  Quilombolas a cada quinze dias. O ônibus traz as pessoas de forma gratuita até a sede onde elas utilizam os serviços públicos e suas compras no comércio local. “Adquirimos com recursos próprios um ônibus seminovo, por mês transporta em média 450 pessoas, demos a preferência às comunidades mais distantes”.

Pelo sucesso do projeto, em breve será estendido a várias outras comunidades como Paineira, Santo Antão, Baía e Copel-Sede.

POLITICAMENTE

Alessandro explicou que a secretaria tem buscado parceria com o deputado federal Hermes Parcianello Frangão, MDB, e o estadual Artagão Junior, PSB, com essas parcerias conseguiram várias patrulhas do campo, quase meio milhão em veículos para a saúde e duas academias ao ar livre, entre outros.

 CENTRO POPULAR DE CONVIVÊNCIA

  O deputado Frangão destinou uma verba de 280 mil reais para a construção do Centro Popular de Convivência, que será um espaço para os encontros e atividades da população, “Foi uma luta bem grande do jurídico, do prefeito, minha e do deputado Artagão, a Caixa indeferiu o convênio, pois na época estávamos sem negativa, mas a certidão não pode ser empecilho para verbas para a saúde e assistência social, assim, entramos com uma liminar, ganhamos, a obra já foi licitada, estamos só aguardando a ordem de serviço”.

GERAÇÃO DE RENDA

 A geração de renda é uma das preocupações do secretário, “é diretamente minha preocupação a geração de renda, temos buscado vários caminhos e engatilhado projetos, realizado cursos para qualificar nossa mão-de-obra”.

A secretaria tem buscado trabalhar de forma a beneficiar o comercio local, “A lei 147, dentro das suas diretrizes, promove o favorecimento a micro empreendedor e empreendedor individual local e nós temos trabalhado nesse sentido”.

UMA EQUIPE DEDICADA

Alessandro fez questão de ressaltar que tudo que foi resolvido e conquistado é graças à sua equipe maravilhosa. “Todos são comprometidos e muito competentes, temos conseguido avanços graças à colaboração de servidores como a Luciana, o Lucas,  Edilson, Soeli, meu braço direito,  a lição está sendo feita e do jeito certo”.

Terminou afirmando, “com a casa em ordem, o trabalho em conjunto  e a vontade de melhorar nossa cidade e do prefeito Sebastião Campos, muitas coisas boas virão para Reserva do Iguaçu nos próximos meses,  nossa população merece”

 

Deixe uma resposta

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: