Dia 1º de dezembro a secretaria de Saúde realizará o teste rápido na Clínica da Mulher, Posto de Saúde Central e PSF Vila Caldas.

Estima-se que 34 milhões de pessoas no mundo sejam portadoras do Vírus da Imunodeficiência Humana, (HIV), o causador da AIDS, doença que ataca o sistema imunológico. O vírus foi identificado apenas em 1984 e estima-se que mais de 35 milhões de pessoas morreram. “Ter o HIV não é a mesma coisa que ter a AIDS, há muitos soropositivos que vivem anos sem apresentar sintomas e sem desenvolver a doença. Mas podem transmitir o vírus a outros pelas relações sexuais desprotegidas, pelo compartilhamento de seringas contaminadas ou de mãe para filho durante a gravidez e a amamentação”, explicou a enfermeira Ana Lourdes Charnoski do setor de epidemiologia da secretária de saúde.

Ao longo dos anos foram feitos avanços significativos no tratamento do HIV, existem leis para proteger pessoas com o vírus e sabe-se muito mais sobre a doença. Apesar disso, dois milhões de pessoas são diagnosticadas com o vírus a cada ano em todo o mundo e em 2014, 1,2 milhões de pessoas morreram em decorrência da doença, sendo 150 mil  menores de 15 anos. No Brasil há cerca de 600 mil casos e o Ministério da Saúde estima que para cada caso confirmado, outras seis pessoas são infectadas.

PREVENÇÃO

Saber do contágio pelo HIV precocemente aumenta a expectativa de vida do soropositivo. No Brasil, existem exames laboratoriais e os testes rápidos, que detectam os anticorpos contra o HIV em até 30 minutos, colhendo uma gota de sangue da ponta do dedo. Esses testes são realizados gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). “A camisinha é o método mais eficaz para se prevenir contra muitas doenças sexualmente transmissíveis, como a AIDS, alguns tipos de hepatites e a sífilis, por exemplo. Além disso, evita uma gravidez não planejada. Por isso, use camisinha sempre”, enfatizou Ana Lourdes.

Buscando uma maior conscientização, o dia 1º de dezembro é Dia Mundial de Luta contra a AIDS, a data foi criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), com o apoio da Organização das Nações Unidas (ONU), em uma Assembleia realizada em outubro de 1987.

E este ano, na quinta-feira, 01 de dezembro, das 08 às 17 horas a secretaria de Saúde mobilizará os funcionários para realizar o teste rápido nos seguintes locais: Clínica da Mulher, Posto de Saúde Central e PSF Vila Caldas. “O teste poderá ser realizado em todos os interessados. Jovens com idade entre 14 a 18 anos devem estar acompanhados de pais ou responsáveis. È necessário que o interessado esteja munido de seu RG. Se neste dia alguém apresentar resultado positivo, encaminharemos para o tratamento”, finalizou a enfermeira.

 


Compartilhe

Veja mais