Cervejaria Experimental | Foto: Divulgação

Agrária e Colégio Imperatriz abrem inscrições para Curso Técnico em Cervejaria

Redação Fatos do Iguaçu com Assessoria

Conhecer o caminho que a cerveja percorre do campo ao copo é o desejo de muitos profissionais do mercado cervejeiro e interessados em ingressar na área. Para isso, nada melhor do que ter uma experiência na capital brasileira da cevada: o Distrito de Entre Rios, localizado a 18 km de Guarapuava, no Paraná.

O setor de cervejas está em constante crescimento no Brasil. Segundo o Anuário da Cerveja 2019, divulgado recentemente pelo MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), o número de cervejarias registradas em território nacional cresceu mais de 30% no ano passado.

Com o objetivo de atender à demanda do mercado por profissionais capacitados, a Cooperativa Agrária Agroindustrial e o Colégio Imperatriz Dona Leopoldina lançaram o Curso Técnico em Cervejaria. As inscrições para o processo de seleção já estão abertas no site da instituição de ensino (colegioimperatriz.net.br) e vão até o dia 31 de outubro. Os requisitos mínimos para participação são ter 18 anos e Ensino Médio concluído.

A classificação será realizada em duas etapas. A primeira é um teste teórico, que acontecerá online, no dia 10 de novembro. Posteriormente, os candidatos serão entrevistados pela coordenação do curso, também através da internet. As notas das duas avaliações serão utilizadas para definir os 25 alunos que iniciarão as aulas em fevereiro de 2021.

O Catálogo Nacional de Cursos Técnicos do MEC (Ministério da Educação) exige que essa modalidade de formação tenha no mínimo 1.200 horas de atividades. No caso do curso Técnico em Cervejaria oferecido pela Agrária e pelo Colégio Imperatriz, os estudantes terão 1.374 horas de formação divididas entre aulas, estágios e eventos técnicos. O curso tem duração de um ano e é em período integral.

De acordo com a coordenadora dos Cursos Técnicos do Colégio Imperatriz, Deise Maria Feltrin, a ideia de ofertar o curso em apenas um ano letivo vem ao encontro de uma necessidade do seu público-alvo. “Entendemos que os interessados farão um investimento financeiro e também de tempo. Por isso, a proposta é a de que o aluno termine sua formação em um espaço de tempo mais breve, para que possa retornar ou ingressar no mercado de trabalho”, explica.

Além do período de duração, a Agrária e o Imperatriz preocuparam-se em proporcionar outras facilidades aos estudantes. De segunda a sexta-feira, eles poderão almoçar no refeitório da Cooperativa. Como as instalações onde ocorrerão as aulas ficam distantes do centro de Guarapuava, os alunos receberão auxílio-transporte para se deslocarem até Entre Rios. E quem optar por residir no distrito poderá candidatar-se a uma vaga em um dos imóveis da Cooperativa, que terão parte dos valores de locação subsidiados.

O que os futuros técnicos em cervejaria podem esperar do curso

Dois pontos chamam atenção na proposta do curso Técnico em Cervejaria lançado pela Cooperativa Agrária e pelo Colégio Imperatriz Dona Leopoldina. O primeiro deles é a estrutura física à disposição dos estudantes.

As aulas não estarão restritas apenas à escola, e utilizar-se-ão outras estruturas da Cooperativa, como a FAPA (Fundação Agrária de Pesquisa Agropecuária), o moinho de milho, a indústria de malte e a cervejaria experimental. “Aqui o cervejeiro vai ter contato com toda a cadeia produtiva da cerveja. Desde o plantio da cevada, desenvolvimento de novas variedades, colheita, malteação, até o produto final. Esse é um diferencial inclusive para os cursos no exterior”, revela Fabio Teleginski, Mestre Cervejeiro da Agrária e professor do curso.

Outro fator que distingue a proposta da Agrária e do Colégio Imperatriz de cursos da área é o currículo de seu corpo docente. Os alunos terão aulas com professores do Colégio, pesquisadores, profissionais com ampla experiência no mercado e mestres cervejeiros que possuem formação internacional. “Como dominamos a cadeia de produção da cerveja, queremos formar profissionais com experiência prática, prontos para atuar na indústria”, acrescenta o Mestre Cervejeiro Alexander Schwarz, que também ministrará aulas no curso.

Os formados em Técnico em Cervejaria estarão aptos a trabalhar em fábricas de diversos portes, exercendo cargos de supervisão ou coordenação de atividades de produção e envase, operação de equipamentos, gestão de insumos e controles físico, químico e biológico. Com o diploma de conclusão de curso em mãos, eles também terão direito ao registro em entidade de classe, que lhes permitirá assinar a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) de micro e pequenas cervejarias. “Formaremos profissionais com qualidade ímpar, o que é nossa missão enquanto instituição de ensino”, avalia Josiane Richter, diretora geral do Colégio Imperatriz.

Serviço

Curso Técnico em Cervejaria

Inscrições: colegioimperatriz.net.br

Período: até 31/10/20

Processo de seleção: novembro/20

Informações: (42) 3625-8356/ institucional@colegioimperatriz.net.br

OUÇA  A   WEB RÁDIO FATOS –  Um novo jeito de ouvir rádio

Faça seu comentário