Sede do 4º Pelotão da Policia Militar de Pinhão |

Na manhã de sexta-feira, 08 de outubro, o plantão do 4º Pelotão da Polícia Militar de Pinhão – Pr recebeu ligação através  do telefone 190 de uma adolescente de 15 anos de forma desesperada informou que estaria com uma  faca cravada nas costas. A PM acionou o Posto do Bombeiro Comunitário que a encaminhou ao hospital local para atendimento médico.

Uma equipe policial deslocou-se até o hospital e  constatou  que a menor realmente estava com uma faca ainda espetada entre a nádega esquerda e a pelve. De acordo com a mãe que a acompanhava no hospital, sua filha contou que chegou em sua casa logo cedo e não estaria com a chave da porta, então ao pular a janela teria caído em cima da faca que se encontrava em cima do sofá. A mãe  também informou que a  adolescente  era convivente com um masculino, que ainda deveria estar na residência. A mãe e a equipe policial deslocou-se até a casa do casal, depois de diversos chamados, ele respondeu e demorou  para sair da casa pela janela, disse não ter as chaves das portas.

Questionado sobre o fato, deu diversas informações desencontradas e que não estava na casa durante o ocorrido. A janela que a menina disse ter pulado estava com os vidros quebrados e os estilhaços se encontravam do lado de fora como se alguém do lado de dentro tivesse tentado sair de forma rápida.

O médico que atendeu a garota relatou que pelo ângulo que a faca entrou seria difícil ela ter caído em cima do objeto, diante destes indicativos foi necessário adentrar a residência onde nada de ilícito foi encontrado, sendo encaminhado o homem até a Delegacia da Polícia Civil para esclarecimentos. Pela seriedade das lesões a menor foi transferida para um hospital de Guarapuava para a retirada do objeto.

Segundo a PM os conselheiros tutelares  foram informados  sobre  o ocorrido.

Com informação do 4ºPPMPho


Compartilhe

Veja mais