Humberto Silva Pinho

Por Humberto Pinho da Silva

Escrever para crianças, é arte delicada que poucos dominam. São raros os que se encontram preparados para o fazerem, apesar de serem muitos, os que se aventuram – até consagrados, – já que, em regra, escrever livros de culinária, ou para criança, é meio fácil e simples, de encontrar editor e ganhar dinheiro.

Vem o preâmbulo, a propósito de livrinho de versos, intitulado: “ A Televisão da Bicharada”, escrito por Sidónio Muralha., e publicado por “ Edições Girofle”, de São Paulo. Brasil

Para mim, o autor, é um ilustre desconhecido, mas a obra contem interessantíssimos versos, para a infância.

Com o fim de levar ao leitor amigo, uma amostra da qualidade desses versos, acessíveis à idade a que se destinam, vou transcrever os que mais me agradaram:

XADREZ

É branca a gata gatinha;

é branca como a farinha.

É preto o gato gatão;

é preto como o carvão.

E os filhos gatos gatinhos,

são todos aos quadradinhos.

Os quadradinhos branquinhos

fazem lembrar mãe gatinha,

que é branca como farinha;

os quadradinhos pretinhos,

fazem lembrar pai gatão,

que é preto como o carvão.

– Se é branca a gata gatinha,

é preto o gato gatão,

Como é que são os gatinhos?

– Os gatinhos…eles são…

– São todos aos quadradinhos!

Também estes, pareceram-me muito engraçados, e bons, para o público a que se destinam:

BOA NOITE

A zebra quis

ir passear,

mas a infeliz

foi para a cama.

– Teve que se deitar,

porque estava de pijama!

Igualmente são interessantes, estes:

TUCANO – DE – BICO – VERDE

Tucano eu sou,

tucano eu fico,

se gostou

ou não gostou

do meu bico

Mudá-lo seria engano

pois um tucano tem bico.

-Tem um bico de tucano!

E se encurtarem o seu bico,

fica bico de tucano

Igual

Ao do tico – tico.

E é normal,

que cada qual

seja senhor do seu bico!…

Se Anatole France se ocupou tanto a sério dos contos de fada, também não será de estranhar, que eu aprecie estas coisas infantis. Pequenas … grandes coisas! Esses versos simples e ingénuos, levaram-me ao tempo de infância, e certamente também agradarão, ao leitor, quer seja, adulto ou criança.

 


Compartilhe

Veja mais