Sonho calado

Quinto dia do ano.

Ainda dá tempo de começar os seus propósitos de ano novo, não dá?

Assim, todo mundo fica esperando o início do ano para colocar em ação novos rumos na vida, novos planos, mas você sabe que isso é besteira, né?

Ciclos menores como o de 24 horas, ou mesmo o menor de 60 minutos, podem muito bem ser marcos de mudança na vida.

Mas, como estamos vivendo a primeira semana do ano de 2018; vamos aproveitar a deixa e começar vida nova.

Você fez planos para esse novo ciclo de 361 dias?

É, por que já se foram quatro, amigão.

Tem de levantar e começar agora, ou você que gosta de grandes acontecimentos para tomar grandes atitudes, daqui a pouco, vai dizer que vai deixar “aquele” propósito para o ano que vem.

Então, a você que já anotou tudo e está trabalhando arduamente para conseguir seusobjetivos em 2018 quero  pedir uma só coisa:

Faça tudo no mais absoluto silêncio.

Sim.

Faça, mas faça calado, faça quietinho.

Por quê?

Eu te conto:

Você tem um sonho há muito tempo. Muito tempo mesmo:

Quer publicar um livro com todas as poesias que escreveu desde a sua adolescência.

Já tem editora, tem a grana e está com tudo pronto: esse ano o livro sai.

Aí, como está todo satisfeito por que vai realizar seu sonho, conta para um amigo.

E ele pergunta, na lata, quanto vai gastar.

Você, todo inocente e satisfeito, conta para ele o quanto já gastou, o quanto ainda vai gastar para ver seu livro nas prateleiras das livrarias.

O moço o olha com a cara mais desconfiada do mundo:

“Esse dinheiro era mais que suficiente para você comprar um carro novo.”

Tá vendo?

Por isso que falo: sonhe, planeje e trabalhe calado.

O sonho, o propósito de ano novo é seu.

O livro publicado, a casa nova, a viagem, o emagrecimento, mais tempo com a família, ou seja lá o que for, são suas prioridades, para sua vida, ninguém precisa ficar sabendo.

Agora, se você for meu parente e não conseguir ficar calado aguente o tranco.

Contou o sonho e a criatura do outro lado desdenhou do que para você é tão importante, simplesmente ignore.

Quando ouvir:

“Esse dinheiro era mais que suficiente para você comprar um carro novo.”

Conte pra ele a importância do seu sonho.

O valor que é ter um sonho e trabalhar por ele.

Ou, simplesmente, ignore.

Acredito piamente que pessoasque colocam água no sonho alheio são aquelas que não têm coragem de sonhar, muito menos de trabalhar caso algum dia tenham sonhado.

Por isso, queridão, sonhe, planeje, aproveite o começo de mais esse ciclo e, se alguém desfizer de seus propósitos, não se esqueça de que eles são seus e só você tem que acreditar neles, lutar por eles.

E eu, bem,  desejo sucesso, porque do lado de cá sonho é mato!

Vivi Antunes é ajuntadora de letrinhas e assim o faz segunda, quarta e sexta no www.viviantunes.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − 9 =

%d blogueiros gostam disto: