Protejam as crianças

No dia 12 de Outubro, comemora-se o dia das crianças e, ultimamente se faz necessário uma séria reflexão sobre o respeito e cuidado para com as crianças. Duas situações em especial mostram o total desrespeito para com as crianças e a decadência moral de pessoas e instituições que concordaram com tais atos. Uma, a exposição em Porto Alegre, obras que na verdade deveriam ser chamadas de aberrações e jogadas no lixo (se bem que iriam contaminar o lixo), outra, uma amostra imoral e ridícula no Museu de Arte Moderna em São Paulo. Ambas as amostras colocam crianças em situações de risco. Outra questão grave é a fatídica ideologia de gênero, que tenta chegar as escolas, mas as pessoas que querem o melhor para as crianças jamais concordarão com isso. Ir contra essas e outras questões não é conservadorismo, muito menos homofobia, e sim se posicionar a favor da família, da criança, defender o que é certo. Para que nossas crianças se desenvolvam sendo pessoas de bem, corretas, que respeitem os outros, enfim, que sejam bem-sucedidas, precisamos cuidar do que elas assistem, leem, escutam, aprendem. As crianças precisam ser orientadas, ensinadas, não podem ser entregues a si mesmas, para fazerem o que bem entendem. Se uma criança pedir um carro para sair por aí dirigindo, precisam ouvir um não, os pais devem mostrar o que é certo e o que é errado. Precisamos proteger as nossas crianças de ideias e conceitos, programas, filmes e outros que são destrutivos ao desenvolvimento e amadurecimento delas. Infelizmente existem vários conceitos que tentam “adultizar” as crianças e “infantilizar” os adultos. Devemos tomar muito cuidado com ideias que tentam criminalizar e destruir valores e princípios inegociáveis. Muitos defendem que “os tempos de hoje são outros”, concordo que vivemos num contexto diferente, mas não é porque vivemos em 2017 que tudo mudou e que certos princípios e valores essenciais não valem mais. As crianças precisam de pais que sejam exemplo de vida, precisam aprender a lidar com o não e com o sim. Crianças precisam de liberdade, mas precisam de limites. Crianças precisam ser elogiadas e admoestadas também. Isso é proteger e amar as crianças. O texto bíblico de Provérbios 22.6, ensina um princípio valoroso, “ensina a criança no caminho que se deve andar e quando for grande, não se desviará dele”. Nós pais não podemos ser omissos para com nossos filhos. A televisão, o vídeo game, o celular, não podem ocupar o lugar dos pais. Não devemos encobrir de nossos filhos o que é certo, não podemos encobrir de nossos filhos os valores eternos da Palavra de Deus, que é o GPS infalível para guia-los no caminho certo. Pais não deixem de colocar seus filhos diante de Cristo Jesus, ore por eles e com eles, pois Jesus ama as crianças, Ele mesmo disse “deixar vir a mim as crianças…”. Que nossas crianças encontrem proteção e cuidado em seus lares e que os pais protejam seus filhos de tudo que possa ser destrutivo para sua infância e desenvolvimento. Feliz dia das crianças.

Rev Sandro –  Pastor da Igreja Presbiteriana do Pinhão

 

Receba nossas atualizações

Inscreva-se e logo estará recebendo nossas atualizações

O seu email está 100% seguro. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − dez =

%d blogueiros gostam disto: