O caos da corrupção

É preocupante quando a palavra corrupção está em evidência, nas revistas, jornais, telejornais, nas conversas no trabalho, no happy Hour. Mais preocupante ainda, é quando cidadãos ignoram essa realidade, fazendo de conta que a corrupção nos os atinge.

Na verdade, atinge a todos, seus efeitos são desastrosos, extremamente danosos, afetando gerações. Vendo o sentido da palavra corrupção, nota-se que coisa boa não é – ato de corromper, subornar alguém o algo para obter vantagens, favorecendo alguém e prejudicando milhares de pessoas. Pois bem, é isso que infelizmente, tem acontecido em nosso país, basicamente, em todas as esferas.

Todos nós sofremos, as consequências, do caos da corrupção. Obras, investimentos em infraestrutura, saúde, educação e outros mais, são maculados por corruptores. Pelos impostos arrecadados, a saúde era para ser muito melhor, as rodovias poderiam estar em melhores condições e, com certeza teríamos muito mais rodovias, onde hoje, existe apenas em promessas.

A educação, poderia ser incomparavelmente melhor. Na área da segurança, certamente haveria mais policiais e mais condições para os mesmos trabalharem. A qualidade de vida, a questão de empregos e oportunidades seriam muito melhores. Portanto, precisamos lutar sim contra a corrupção, pois o caos que ela provoca, atinge nossas famílias, nossos filhos e até mesmo aqueles que ainda vão nascer.

As Escrituras Sagradas nos alertam quanto a isso “Quando o governo é justo, o país tem segurança; mas, quando o governo cobra impostos demais, a nação acaba na desgraça” (Provérbios 29.4). Há esperança para a nossa nação e isso começa com as nossas atitudes, nossas escolhas, nossos posicionamentos. Vamos apoiar aqueles que combatem e lutam por um país melhor. Vamos defender a Operação Lava-Jato, e outras operações que visem combater a corrupção (sem idolatria partidária).

Vamos combater a corrupção que bate a nossa porta, nas pequenas atitudes do cotidiano. Obedeçamos ao que diz as Escrituras Sagradas – “ encham a mente de vocês com tudo o que é bom e merece elogios, isto é, tudo o que é verdadeiro, digno, correto, puro, agradável e decente” (Filipenses 4.8). Oremos ao Deus Eterno, por um país melhor e justo, e que o nosso povo seja um povo feliz. Que a verdade bíblica seja verdade na nossa nação, “Feliz a nação cujo Deus é o Senhor” (Salmo33.12).

Rev Sandropastor da Igreja Presbiteriana do Pinhão |  Fone: 999813992   | email: sandropistos@gmail.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × três =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: