Comder ouve secretários e prefeito

DSCF5960-1.jpg

Fotos: Gisele de Pádua/Fatos do Iguaçu

“As patrulhas Agrícolas quando estão em bom estado pertencem às associações, quando não, são de propriedade do governo municipal.” Odir Gotardo

O Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural (Comder), realizou sua primeira reunião de 2017 no sábado, 11, no Centro de Eventos do Parque Coronel Lustosa, tendo por ponto principal reunir, ouvir o que a nova administração já está fazendo na área rural e como pretende desenvolver o trabalho junto às associações e do próprio Comder.

A presidente do Comder, Sirlene Pasternak, salientou que o Conselho está aberto a ouvir sugestões e críticas a fim desenvolver um bom trabalho. “Estamos abertos a ouvi-los, e que possamos contribuir com o desenvolvimento de nosso município, pois este é com certeza o desejo de todos nós.”

A diretora do Fatos do Iguaçu, Nara Coelho, conversou com os presidentes da associação sobre a logística da distribuição do jornal “Este ano comemoraremos os 20 anos do  Fatos do Iguaçu e queremos chegar cada vez mais perto de nossos leitores e com a contribuição de vocês, temos certeza que a meta será cumprida”, falou.

PRESTANDO CONTAS

O secretário de Indústria e Comércio, Enderson Antônio Mucelin, o Igor, foi o primeiro a falar sobre os trabalhos que a sua secretaria está desenvolvendo e ou planejando desenvolver na área rural, falou sobre a meta da criação de 50 agroindústrias no município, contando com a parceria do Comder. Pontuou sobre a geração de emprego e renda para que as famílias possam desfrutar de uma melhor qualidade de vida. “Queremos a criação destas agroindústrias, mas que sejam coletivas e que as pessoas procurem a Secretaria para colocar em prática seus sonhos. Almejamos que aqueles que estão em Santa Catarina voltem para nosso município, como consequência deste desenvolvimento. Se não conseguirmos instalar 50 agroindústrias, 49 já me deixará bem satisfeito”.

Um dos momentos mais aguardados foi a fala do secretário de Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente, Darci Jocoski, sobre as ações da Secretaria nestes primeiros 40 dias de trabalho. Juntamente com o diretor de planejamento, Isis da Silva Machado e o diretor de Meio Ambiente, Valter Israel da Silva, expôs algumas atividades. “Estivemos visitando várias associações de moradores nas localidades rurais de Pinhão, procurado além de conhecer melhor todas as comunidades com suas particularidades, deficiências e necessidades. Fizemos um levantamento e a princípio possuímos 11 cadeias produtivas no setor agropecuário. Contando com a parceria de outras secretarias, do Comder e entidades ligadas ao campo poderemos caminhar para o desenvolvimento tão almejado por todos nós.”.

Foi informado que já foram feitos trabalhos de silagem e limpeza de silos em 30 propriedades e mais 28 já estão agendadas, que estão buscando convenio junto ao Estado para atender 30 famílias que necessitam de corretivo agrícola. Pretendem pleitear recursos para aquisição de uma escavadeira grande para construção de estradas e recursos para a readequação de estradas com cascalhamento para cerca de 50 quilômetros, buscando atender quatro assentamentos.

O secretário de Obras e Transportes, Denilson de Oliveira, compartilhou uma grande conquista para Pinhão, a legalização de uma área de cascalhadeira, material que contribui para o melhoramento das estradas, que estão sendo arrumadas dentro das possibilidades. “Trabalhamos com o seguinte pensamento, enquanto não concluir um serviço em determinada comunidade, não passamos para outra. Salvo uma emergência. Contamos com oito patrolas recuperadas e a equipe tem seu trabalho reconhecido por todos e isto os motiva cada vez mais para que possamos fazer um trabalho com qualidade”.

O prefeito Odir Gotardo falou que estes primeiros dias de trabalho, em uma escala de zero a dez, a nota fica entre sete e meio a oito do plano emergencial. Que serão criadas ações de gerenciamentos das patrulhas do campo. “Quando estão em bom estado pertencem às associações, quando não estão, são de propriedade do governo municipal. Almejo que os cafés servidos nestas reuniões em breve sejam com produtos provenientes da Agricultura Familiar”. Disse ainda que conta com várias parcerias, entre elas Emater e SEBRAE.  Reportou-se à dinâmica realizada, onde recebeu o desejo de luz, sabedoria e saúde e desejou que estes votos se estendam a todos.

Mais de 100 pessoas estiveram presentes, entre elas vereadores, secretários municipais, o representante da ACIAP e de outras organizações e representações.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *