Não preciso do carnaval

O carnaval brasileiro é reconhecido mundo afora, turistas de muitas partes do mundo vem para o Brasil, nesta época, para participar desta festa da “cultura” brasileira. Muitos defendem que o carnaval injeta muito dinheiro na economia do pais, mas isso é uma meia verdade, pois milhões de verbas públicas, são injetados nas Escolas de Samba e em altos cachês de cantores, que lançam músicas pobres de conteúdo, de ritmo e outros.

O dinheiro e serviços de limpeza, manutenção, segurança que municípios e estados investem, poderiam muito bem ser aproveitados em algo que vá trazer benefícios reais à população. O entretenimento carnavalesco não mata a fome, não melhora a educação, não melhora a segurança de nosso país. Não quero que meu país seja reconhecido como o país do carnaval e sim o país do desenvolvimento, da educação excelente, das oportunidades, da justiça e outras coisas boas.

O Carnaval nos mostra uma irrealidade, uma ilusão, uma espécie de anestesia diante dos problemas reais do dia a dia de muitos. Tudo isso me leva a refletir sobre a alegria breve e momentânea que o carnaval gera nos ditos foliões. Terminou a festa, sobra a ressaca, contas e uma angústia, pois enquanto havia festa havia alegria, companhia, depois da festa a alegria vai embora e vem a realidade. A vida não é um carnaval, a vida é real, embora muitos tentem viver fora da realidade.

Eu não preciso do carnaval, com isso não quero dizer que sou contra o entretenimento, o problema está quando esse entretenimento, passa uma ilusão, uma mentira. Alguns dizem que o Brasil só começa o ano novo “depois do carnaval”, infelizmente a mídia valoriza demais essa festa, enquanto que para a arrebatadora maioria da população está correndo atrás do “pão de cada dia”, desde o começo do ano. A verdadeira alegria não está em uma festa que dura apenas alguns dias, a verdadeira alegria está no cotidiano, nas pequenas coisas, que são grandes na verdade, como o abraço do filho, do pai, o pão de cada dia que não vem a faltar e outros mais.

É claro que o segredo do apóstolo Paulo estava esta na sua conexão com o ETERNO DEUS, que o fortalecia a cada momento para vencer os desafios e lutas da caminhada, por isso, ele disse “aprendi a viver contente em toda e qualquer situação” (Filipenses 4. 11). Que Deus derrame sobre cada um a alegria que não acaba depois da festa, mas que está presente, mesmo nos dias difíceis. Deus abençoe a todos.

Rev Sandro – pastor da Igreja Presbiteriana do Pinhão

Email: sandropistos@gmail.com

 

Receba nossas atualizações

Inscreva-se e logo estará recebendo nossas atualizações

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

O seu email está 100% seguro. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco − quatro =

%d blogueiros gostam disto: