MULHER

Marcos Serpa

Quando te vejo

Virando a ponta da trança,

as vezes parece criança

noutras, mulher formada,

sinto que és idolatrada,

embora com simplicidade,

vem brigando por igualdade

tabus e preconceitos

querendo mesmos direitos,

dentro da sociedade.

Das mãos divinas, instrumento

na execução de atos nobres,

nada na mundo encobre,

os seus mil encantos,

rainha de vários mantos,

rainha de qualquer chão,

traz pureza no coração

e a vida simboliza,

teu reino é sem divisa

teu poder sem limitação.

Que seria do mundo

não fosse essa nobreza,

seria com certeza,

sombrio e escuro,

porém com seu amor puro

cristalino e transparente,

te faz rainha de vertentes

da criação divina,

cumpridora da sina

ser mãe de toda nossa gente…!!!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + onze =

%d blogueiros gostam disto: