Em Pinhão vacinação está em dia

Foto: Naor Coelho/Fatos do Iguaçu

A vacinação é um trabalho importante na área da saúde porque trabalha com a prevenção

A reportagem do Fatos do Iguaçu esteve no setor de vacinação do município de Pinhão conversando com o enfermeiro responsável Samoel Ribeiro sobre a vacinação da Febre Amarela  e outras questões.

Samoel explicou que a vacinação da Febre Amarela é uma rotina na sala de imunização, que todas as crianças a partir de nove meses são vacinadas e que, seguindo a recomendação da OMS, Organização Mundial de Saúde, eles estão aplicando a dose integral e única. E quem já tomou uma dose mesmo há dez anos, não precisa de nova dose. Deixou claro que em Pinhão não existe o vírus da Febre Amarela, mas que na região tem o mosquito  Aedes aegypti, que é um dos transmissores da doença.

Outro alerta que Samoel faz é que quem vai viajar para regiões que estão com surto da doença e não tomou a vacina, é preciso toma-la com no mínimo dez dias de antecedência para que de fato fique imune.
Com o surto da doença em alguns estados, as pessoas têm vindo procurar a sala de imunização e Samoel falou da vantagem desse fato. “É que assim como as pessoas vêm nos procurar para ver se já foram vacinados contra Febre Amarela, já verificamos todas suas vacinas e com isso colocamos em dia aquelas que não tinham sido aplicadas ainda”.

Na fase adulta, após os 18 anos, as pessoas precisam tomar DT adulto, que é contra Tétano e Difteria, Epatite B. Até os 49 anos, a VTV, que é contra o Sarampo, Rubéola e Caxumba e Febre Amarela, e aqui Samaoel chama a atenção para a vacinação contra o Tétano.

“Como nossa população é quase que 50% trabalhadora do campo e como os riscos de se machucarem com as ferramentas do trabalho rural são muitos, é importantíssimo que as pessoas estejam em dia com a vacina do Tétano”.

Mesmo os adultos costumam procurar as vacinas. “Podemos afirmar que a procura por essas vacinas é bem alta”, apontou Samoel e ressaltou que tem sido importante para essa procura as empresas solicitarem a carteira de vacinação para a contratação dos funcionários, ele lembrou também que é um dos itens da segurança do trabalho que o trabalhador deve estar em dia. E destacou, a carteira de vacinação é documento.

Hoje, o sistema de vacinação online é nacional, ou seja, se a pessoas tomarem as vacinas em Pinhão e for a qualquer outra cidade do país, numa sala de imunização eles poderão verificar quais as vacinas que ela pessoa já tomou ou deixou de tomar.

Samoel chama a atenção das pessoas para as vacinas que são mais de uma dose, que voltem tomar a segunda e a terceira dose quando for o caso, mesmo que tenha já se passado, por exemplo, um ano ou pouco mais do prazo marcado.

Na vacinação infantil, ele contou que Pinhão está com mais de noventa por cento das crianças vacinadas, atingindo assim a meta colocada pelo Ministério da saúde.

A novidade que foi repassada é que muito em breve a vacina será descentralizada, inclusive no Posto da Vila Caldas a sala de vacinação já está pronta e que só não começaram a vacinar lá porque a geladeira, nova por sinal, apresentou defeito, mas que logo a situação será contornada. Que a descentralização atingirá também o interior do município.


SERVIÇO: A Sala de Imunização ou de vacinação, como a população se refere, funciona no Posto Central no horário das 9 horas às 11 e 30 min e das 13h às 16h 30 min de segunda a sexta-feira.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 1 =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: