COLÉGIO MORSKI: II Festa da Integração traz novidades

Apresentações  ousadas,  muitas guloseimas para quem for prestigiar a Festa

Alunos, professores e comunidade escolar do Colégio Professor Mário Evaldo Morski já estão nos preparativos finais para a realização da segunda edição da Festa da Integração, que será realizada nos dias 8 e 9 de julho no Colégio.

A APMF é responsável pela coordenação da festa, que envolve direta e indiretamente cerca de duas mil pessoas, tem o apoio do Conselho Escolar e Grêmio Estudantil. Assim como na primeira edição, o objetivo é arrecadar fundos para o fechamento da quadra poliesportiva, a construção está orçada em aproximadamente R$ 75 mil reais, com o resultado da edição passada e mais algumas promoções já realizadas, o valor arrecadado no momento está em torno de R$ 40 mil.

Realizar um evento como este fez parte das propostas do professor Fernando Sviercoswski quando se candidatou a direção do Colégio. “A festa tem cunhos cultural, financeiro e como o próprio nome diz, de Integração. Mas o objetivo maior é fechar a quadra, que é aberta. Observamos que foram protocolados vários pedidos tanto pela direção passada quanto pelo Núcleo de Educação de Guarapuava para construir a obra. Nunca fomos atendidos e as justificativas são a troca de governo, a falta de recursos, entre outros. Então, resolvemos mobilizar os pais, professores e alunos para fazermos uma tentativa a fim de construir o fechamento da quadra. Com o valor em mãos, focamos em economizar para realizar a obra, assim, nasceu a Festa”.

DESAFIO

A festa começou a ser definida meses antes de sua realização, Fernando revelou que soube por comentários de terceiros que foi duramente criticado por estar organizando um evento grande, que envolve muitas pessoas, em um período onde a economia de Pinhão sofre com os reflexos da economia do pais, e por acontecer logo após a realização da Festa do Pinhão e a Festa do Divino. “Pelo tamanho do evento, realizá-lo é um grande desafio, mas para este ano temos a experiência do ano anterior, que considero que foi o maior desafio. Teremos muitas novidades”.

TRANSFORMAÇÃO

O Colégio Morski possui hoje cerca de 700 alunos, alguns chegaram este ano, como é o caso dos alunos do 6º ano, outros já estudam na instituição há três quatro ou até mais de cinco anos. Um grande contingente, que no momento tem uma única meta, se unir para o bem do Colégio, pois todos desfrutarão da quadra poliesportiva fechada.

E esta integração, somada ao desejo de atingir as metas, faz com que eles estejam desenvolvendo várias atividades, que dependem de um bom trabalho em equipe. Os alunos do Morski estão dando grandes exemplos de cidadania e excelente comportamento.

Além dos preparativos da Festa, eles estão participando de uma Gincana que envolve muitas provas. “Eles tem algumas provas para cumprir que contribuem na sua formação cidadã como o uso do uniforme,  pontualidade, organização e a participação na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), que este ano  foi  expressiva. Sabemos que o uniforme é de suma importância e segurança para aos alunos. Tivemos um baixo percentual de alunos chegando atrasados e as salas estão sempre organizadas, minimizando o trabalho   das zeladoras. Agora as “bolinhas de papel” vão para o lugar certo, ou seja, a cesta de lixo”.

ATRAÇÕES

Ousadas, foi assim que o diretor Fernando Sviercoswski definiu algumas atrações que os organizadores elaboraram para aqueles que irão prestigiar o evento . “Em tempo de crise conseguimos a colaboração do comércio local, que muito nos ajudou, e é claro, dos pais, dos alunos que doaram muitos itens para a nossa Ação entre Amigos. O Show de Prêmios  contemplará  15 pessoas com brindes, entre eles: uma televisão de 40”, uma centrífuga, um carneiro, um celular. Os bilhetes já estão à venda em diversos pontos da cidade e o sorteio acontecerá  no domingo, dia 9 de julho as 17 horas”.

No sábado pela manhã, em frente ao Colégio acontecerá a Feira do Produtor Rural, com início  às 8 horas. A partir das 17 horas, um show de rock dará o ponta pé inicial para o vento, as bandas Evil Machine,4 Ases entre outras, farão um grandioso show de rock. Também subirão ao palco artistas da comunidade, estudantes do Colégio, o balé do município, Na Pontinha dos Pés, grupo de dança Alma Campeira, coordenado pelo professor Osvaldo Boeira. Haverá barracas de comidas típicas para os visitantes.

EXPECTATIVA

Como todo evento, a preocupação dos organizadores é de que o sucesso se repita e que possam alcançar seus objetivos. Para aqueles que já participaram em 2016, tudo parece transcorrer dentro do previsto

A aluna Isabele Mendes Andriola, presidente do Grêmio Estudantil, conta que assim como muitos, seu irmão Leonardo Mendes Andreola participará pela primeira vez. “ Ele está na maior expectativa, pois em 2016 ele veio na Festa, este ano ele faz parte da mesma e procura cumprir as tarefas da melhor forma. Vivo a expectativa de repetir o sucesso do no passado e agora conto com um aliado”.

Outra aluna que não esconde a ansiedade é a jovem  Paola Fernanda Silveira Monteiro, ela retornou a Pinhão advindo do município de Quedas do Iguaçu  após a realização da festa. Reconhece o bom trabalho de todos e o sucesso da mesma somente conhecia a festa  por fotos. “Este ano será diferente  pois faço junto com os colegas parte do evento. Estamos nos empenhando para o sucesso da festa e para conseguimos vencer a Gincana”.

Com sabor de saudade, a aluna do 4º ano de Formação de Docente, Anália Vanessa Surkamp, conta que  é seu  último ano  no Colégio, porém a motivação é a mesma. “Quero deixar minha contribuição para a instituição que tanto ajudou em minha formação”.

Receba nossas atualizações

Inscreva-se e logo estará recebendo nossas atualizações

O seu email está 100% seguro. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − 8 =

%d blogueiros gostam disto: