53 e 20, duas histórias que se entrelaçam

Um pouco mais de meio século de vida, para o Pinhão, isso significa uma jovem cidade. Uma cidade com histórias para contar, mas com muitas histórias para se viver. Quando procuramos relembrar a história de uma cidade corremos o risco de pensar apenas nos grandes fatos, nos grandes acontecimentos e assim, ignorarmos fatos do cotidiano que foram importantes também para que o município chegasse até aqui. Outra questão interessante é que corremos o risco de focarmos apenas nas pessoas importantes da história do município, quando na verdade cada cidadão foi e é importante na história da cidade. Alguns contribuíram mais, outros menos, mas todos fazem parte da história. Vale uma homenagem aos homens e mulheres que não tiveram seu nome registrado na história desse município, mas quantos anônimos contribuíram para o desenvolvimento do mesmo, e por mais que não sejam lembrados, eles foram e são importantes. É interessante observar que a formação e o desenvolvimento de uma cidade é marcada por pessoas.

Não podemos definir uma cidade como um lugar e sim como uma família que tem perdas e ganhos, gente nova chegando e às vezes gente nova saindo. Gente nascendo e gente morrendo. Enfim na história e nos fatos mais relevantes em nosso município sempre tem gente no meio, porque a história de uma cidade é a história de pessoas e famílias também. Dentre tantos fatos importantes existe um que nos ajuda a resgatar a história dessa cidade e que nos deixa antenados semanalmente com o que está acontecendo na nossa cidade e na região – JORNAL FATOS DO IGUAÇU. Perto dos 53 anos do Pinhão, o Jornal Fatos é um adolescente – 20 anos apenas. Você leitor pode achar que perdi o foco deste artigo, mas não.

Este jovem Jornal tem registrado a história de nossa cidade e região e faz parte da história também. Os fatos marcantes e os acontecimentos do cotidiano passam pelo Jornal Fatos. Não temos como contar a história do Pinhão sem falarmos do jornal Fatos do Iguaçu, e não tem como contarmos a história do jornal Fatos do Iguaçu sem falarmos da cidade do Pinhão. O Fatos do Iguaçu tem sido um instrumento para compreendermos a história recente, a mais antiga e a que acontecerá amanhã, na nossa região. Através de opiniões, fotos, anúncios, e tudo mais, o Fatos do Iguaçu nos ajuda a conhecer os pormenores de nossa cidade e o momento histórico que estamos vivendo também. A história desta cidade e do Jornal Fatos do Iguaçu se entrelaçam, assim como a história de cada cidadão se entrelaça com a história do município também.

Aqui deixo a minha gratidão a Deus por fazer parte da história desta cidade, que chega aos 53 anos, com muita história para contar e com muitas ainda para se viver. Como cidade hoje, passamos por momentos turbulentos, mas na Força do Eterno Deus e na luta de cada cidadão vamos olhar com expectativa e alegria para o Futuro, sendo instrumentos de transformação no nosso contexto.

Deixo a minha gratidão a Deus pelo Jornal Fatos do Iguaçu, que tem registrado de forma imparcial a história desta cidade e região. E assim como a cidade é formada por pessoas, esse jornal é formado por gente de carne e osso, gente que batalha todos os dias, para levar a notícia a você cidadão. Vejo a luta da equipe e o amor da equipe pelo que faz. Fico muito feliz em fazer parte de um pouquinho, da história do jornal Fatos do Iguaçu.  Parabéns Pinhão, parabéns Jornal Fatos do Iguaçu. Que Deus abençoe a todos.

Rev Sandro Carvalho Rodrigues – pastor da Igreja Presbiteriana do Pinhão

 

Receba nossas atualizações

Inscreva-se e logo estará recebendo nossas atualizações

O seu email está 100% seguro. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + catorze =

%d blogueiros gostam disto: