2018 tem que ser bom para mim!!! E os outros?

Precisamos amar a nós mesmos, cuidar de nossa saúde, de nosso bem-estar, estabilidade financeira, enfim não há mal nisso. O grande problema hoje, é que muitos, pensam apenas em si mesmos, esquecendo-se completamente dos outros. A maioria dos sonhos e projetos ignoram o outro, no afã de conseguir algo, muitos passam por cima dos outros. Ouvimos e as vezes falamos muito “meu”, e nos esquecemos do “nosso”.

O “meu” problema tem que ser resolvido, o problema dos outros é ignorado. A nossa sociedade precisa de uma mudança drástica neste aspecto. São muitas pessoas cheias de si, orgulhosas, que querem que todos os seus desejos sejam satisfeitos. A preocupação com próximo não existe. É triste observar que muitos ajudam o próximo para se promoverem ou ainda, visando algo em troca. Precisamos lutar contra o “culto” a si mesmo, e que as nossas resoluções para 2018 contemplem o próximo.

O meu problema, as minhas necessidades são importantes, mas devemos nos lembrar que os problemas dos outros e as necessidades do nosso próximo também são importantes. Como cidadãos precisamos exigir o que é nosso direito, e não simplesmente meu direito. A minha rua é importante, mas a rua dos outros também. O meu comércio, o meu emprego, são importantes sim, mas precisamos torcer para que o comércio e o emprego dos outros vão bem. Todos ganham, quando isso acontece. Precisamos ter a mesma perspectiva em relação à política. Não importa se é o meu candidato, do meu partido, ele precisa trabalhar pelo bem-estar do povo e agir com honestidade e justiça em favor de todos, não simplesmente dos seus partidários.

Os representantes do povo, não estão ali para resolver o meu problema, mas sim lutar para que a cidade seja melhor para todos. Todos nós temos sonhos, metas, o desejo de melhorar a cada dia, todos queremos o melhor para nós mesmos, para a nossa família e, isso é muito bom; mas, devemos nos lembrar que no Pinhão, não tem só “eu” ou só a “minha família”. São muitas pessoas com resoluções, desejos, anseios, parecidos e diferentes dos nossos. Vamos torcer e lutar pelos outros também, vamos torcer mais pela nossa cidade. Jesus disse: “que vos ameis uns aos outros assim como eu vos amei ” (João 13.34)

Rev Sandro – pastor da Igreja Presbiteriana do Pinhão

Receba nossas atualizações

Inscreva-se e logo estará recebendo nossas atualizações

O seu email está 100% seguro. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + 12 =

%d blogueiros gostam disto: